Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Contador é preso por matar morador de rua atropelado propositalmente

Contador é preso por matar morador de rua atropelado propositalmente


Olhar Direto - André Garcia Santana

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto
Contador é preso por matar morador de rua atropelado propositalmente; vídeo
Acusado por atropelar propositalmente e matar um morador de rua, o contador Thiago Bernini, 34, foi preso na manhã desta segunda-feira (8), na cidade de Lucas do Rio Verde (354 km a Norte). O homem, de 61 anos, foi atingido pela caminhonete do criminoso enquanto caminhava a beira da calçada, na tarde de 17 de abril, no bairro Cidade Nova. Identificado como F.V.S, ele não tinha residência fixa e apresentava sinais de transtorno psiquiátrico.


A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no dia seguinte, em decorrência de um traumatismo crânio encefálico. Após o cumprimento do mandado, o preso foi conduzido à Delegacia de Polícia de Lucas do Rio Verde, onde foi interrogado e indiciado pelo crime de homicídio duplamente qualificado, pelo motivo fútil e recurso que dificultou ou impossibilitou a defesa da vítima. Agora ele será encaminhado será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) da cidade.

De acordo com a Polícia Civil, os investigadores apuraram que o atropelamento foi motivado pelo fato de o suspeito estar incomodado com a presença do morador de rua, que usava uma obra em construção de sua propriedade como abrigo. Com base nos indícios levantados, foram representados os pedidos de prisão temporária de Thiago e busca e apreensão de sua caminhonete, utilizada como instrumento do crime.

O delegado Rafael Mendes Scatolon, responsável pelo caso, explica que a Polícia foi acionada somente no dia do óbito de F.V.S . “Inicialmente não havia nenhuma informação com relação a identificação do responsável pelo fato. Mas após análise das imagens da cena do crime e outras diligências foi possível vincular Thiago como o autor do fato.”
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização