Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Jornalista preso é indiciado por estupro de vulnerável em Cuiabá

Jornalista preso é indiciado por estupro de vulnerável em Cuiabá


Ele está preso desde o dia 27 de março, no Carumbé, por abusar uma menina de 5 anos



MidiaNews

Delegado Eduardo Botelho, da Delegacia da Criança, concluiu o inquérito

MÍDIA NEWS - JAD LARANJEIRA

O jornalista João Carlos Queiróz de 59 anos, preso em flagrante no último dia 27 de março, acusado de abusar de uma menina de 5 anos, foi indiciado por estupro de vulnerável.

A informação é do titular da Delegacia Especializada de Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), Eduardo Botelho.

Segundo o delegado, o inquérito pôde ser concluído após o psicólogo ouvir três crianças que teriam sido supostamente abusadas pelo jornalista.

“Nós ouvimos o depoimento de três crianças, mas apenas uma confirmou que ele passou a mão em suas partes íntimas. Mesmo apenas uma confirmando o abuso, já podemos indiciá-lo”, disse.

Botelho disse que um novo inquérito deve ser aberto contra o jornalista. Ele teria abusado de mais uma criança, no ano de 2015.

“Após a repercussão do caso, uma mãe de outra criança nos procurou e disse que o suspeito aliciou também sua filha, em dezembro do ano passado. A criança será ouvida quinta-feira. Se ela confirmar os abusos, com certeza, ele será indiciado por mais um crime de estupro”, disse.

Queiróz está preso no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), no bairro Carumbé.

O caso

No dia 27 de março, o jornalista, que trabalha na Prefeitura de Várzea Grande, estava passando o dia na Lagoa Trevisan com amigos, quando teria passado a mão nas partes íntimas de uma menina de 5 anos. A criança é filha de um casal de amigos.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima contou à sua tia que o suspeito estava tocando o seu corpo, seios e nádega, próximo a uma mureta, forçando a sua permanência perto dele.

Há suspeitas, conforme relato do boletim de ocorrência, de que o jornalista também tenha abusado de um menino de 7 anos, na mesma lagoa.

“Testemunhas afirmaram que o viram sair do banheiro com o menino”, diz outro trecho do boletim de ocorrência.

Conforme o B.O., após a declaração da menina, populares começaram a indagar o jornalista, que tentou fugir, porém familiares e testemunhas cercaram o veículo.


“Nessa ação, o suspeito tentando arrancar com o carro atropelou e lesionou a mãe das crianças causando fratura na perna esquerda”, diz o boletim.
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização