Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Experiências de MT no combate a dengue são escolhidas para caderno de Ministérios

Experiências de MT no combate a dengue são escolhidas para caderno de Ministérios



Folha Max

Experiências realizadas em escolas estaduais de Mato Grosso compõem o “Caderno de anotações, relatos de experiências da Semana Saúde na Escola”. O documento online é uma proposta dos Ministérios da Saúde e Educação e conta com a colaboração de escolas de todos país sobre ações de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti.

Para conferir os relatos das escolas estaduais Teotônio Vilela, Demétrio Ferreira e Alfredo José da Silva, em Araputanga, Reserva do Cabaçal e Barra do Bugres, respectivamente, basta acessar o caderno por este link. Os trabalhos desenvolvidos por professores, alunos, comunidade escolar e local de Mato Grosso estão nas páginas 34 e 47.

Em Barra do Bugres, os jovens matriculados no 1º ano do Ensino Médio confeccionaram cartazes de conscientização sobre o combate ao mosquito. Já em parceria com a equipe escolar, Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária, comerciantes, Polícia Ambiental e Prefeitura, os alunos fizeram um “Dia D” de conscientização sobre o combate a proliferação do mosquito transmissor da dengue, zika e febre chikungunya.

Os jovens ainda distribuíram materiais de conscientização, e às margens do Rio Paraguai fizeram explanações sobre a conservação do meio ambiente e um mutirão de limpeza. Nesse dia, foram coletadas aproximadamente quatro toneladas de lixo

Na região Oeste do Estado, o projeto de cadastro numérico, “Tô dentro! Aedes tá fora!” envolveu duas escolas.  Alunos de todas modalidades de ensino, sendo Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio e Educação de Jovens e Adultos e pessoas de segmentos públicos, privados e organizações sociais, colaboraram com o projeto que teve como base a comunidade escolar.

Entre as ações, o projeto promove um jogo anual entre os municípios, escolas e turmas, na qual os participantes (profissionais de educação e alunos) são os promotores de saúde em seus ambientes familiares e trabalham na eliminação de criadouros do Aedes aegypti. O professor responsável pelo projeto, Josdemar Muniz de Moraes, relata que os promotores de saúde, após ações de educação em saúde e cadastramento, recebem, cada um, uma credencial do projeto, com código numérico gerado pelo Sistema de Informação (SI), que é fixado em cada residência junto à Ficha de Visita Domiciliar do Programa da Dengue. Nas ações de rotina, os agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias supervisionam o domicílio em busca de criadouros do mosquito.

Caso a visita registre a presença de criadouros é computado negativo para a turma, escola e município, do aluno cadastrado, do contrário, o ponto é positivo. Os resultados são registrados em um aplicativo no aparelho celular pelos agentes e transferidos ao SI. Os resultados de campo são consolidados no SI, que gera inúmeros relatórios. Exemplo: percentual de registro de domicílio sem criadouros do Aedes aegypti alcançado pelo município, escola e turma; percentual de adesão das escolas e turmas ao projeto, e outros, que são socializados a todos os participantes.

Por sua vez, o Sistema de Informação (SI) espacializa e georreferencia instantaneamente os imóveis positivos para o mosquito e os casos suspeitos das doenças para manter a atenção a esses locais.


A perspectiva é que em 2016 o projeto continue e seja ampliado. A ação deve acontecer em 12 municípios da região oeste de Mato Grosso, são eles Araputanga, Cáceres, Curvelândia, Glória D’Oeste, Indiavaí, Lambari D’Oeste, Mirassol D’Oeste, Porto Esperidião, Reserva do Cabaçal, Rio Branco e Salto do Céu.
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização