Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Escola Francisca recebe Aldeia Umutina na comemoração do Dia do Índio

Escola Francisca recebe Aldeia Umutina na comemoração do Dia do Índio



Alunos da Escola Estadual ‘Francisca de Souza Alencar’, situada em Nova Olímpia puderam conhecer e vivenciar um pouco mais da cultura indígena no próprio espaço escolar, graças ao projeto ‘Integrando Culturas’ desenvolvido nos últimos 30 dias e na culminância, durante toda quarta-feira (20), contar com a presença de integrantes da aldeia Umutina, de Barra do Bugres.

O grupo, composto por alunos e ex-alunos do ensino médio indígena da Escola Julá Paré, situada na aldeia foi acompanhado pelos professores Edna e Osvaldo Monzilar. Além do público da escola Francisca, as apresentações foram acompanhadas por alunos e professores das unidades estadual e municipal, bem como recebeu a comunidade e autoridades municipais como o prefeito Cristovão Masson, secretário de Educação, Marcos Antonio dos Santos Lima, assessor pedagógico estadual, Claudinei de Andrade e o chefe de Meio Ambiente e Defesa Civil, Valdeci ‘Braddock’ dos Anjos, entre outros.

“Um dia para ficar marcado na vida de todos os alunos que trabalharam em sala o projeto que teve como objetivo o resgate da cultura indígena e agora, pode ter o contato direto com o povo Umutina, que veio a escola apresentar sua história e cultura, através de relatos, música, dança e comidas típicas”, disse a professora Érika Ferraz. Ela citou que no decorrer do projeto, todas as turmas trabalharam com aulas expositivas, elaboração de poemas, pinturas, reprodução de lendas, maquetes, cartazes, elaboração do dicionário indígena e encenação teatral.

“Foi uma atividade com o cunho de enaltecer a cultura indígena bem como desmistificar alguns estereótipos”, citou a professora Anne Graciela Campos, destacando ainda que a escola Francisca buscou despertar nos estudantes o interesse pelo conhecimento acerca das etnias indígenas em um trabalho que procurou evidenciar a importância e contribuição dos povos indígenas para a formação sociedade brasileira.

“É um momento de alegria, pois estamos apresentando nossa história, nossos costumes para a comunidade de Nova Olímpia”, destacou a professora Edna Monzilar. Ela disse também que os Umutina se destacam pela cultura, pelo alto grau de educação de seu povo, haja vista que na aldeia há uma escola de ensino básico e médio que é comandada pelos próprios índios, professores formados, alguns com pós-graduação. Entre os Umutina, existem licenciados, bacharéis, especialista e mestres em Educação e em outras áreas do conhecimento humano.

UMUTINA - A aldeia Umutina está localizada em uma área de reserva indígena entre o rio Paraguai e rio dos Bugres, no município de Barra do Bugres. Fica a apenas 12 quilômetros da cidade; para chegar à reserva a partir de Barra do Bugres, percorre-se um trecho de rodovia e um trecho de estrada de terra até a margem do Rio Paraguai; atravessa-se de barco até chegar à aldeia. Embora o acesso seja fácil, é controlado pela Funai e pelos próprios índios. Atualmente, a aldeia possui em torno de 600 pessoas.


PROJETO INTEGRANDO CULTURAS – O projeto foi desenvolvido pelas professoras Érika Ferraz e Anne Gaciela e contou com apoio do diretor Clodoaldo Fernandes, coordenadores Espedito, Elenice e Jorge e os professores, Marcilia Tamires, Grasiela Natalice, Rosangela ermitã, Elizangela Moreira, Osvaldo, Adriana Oliveira, Josué Campos e colaboração dos demais profissionais da escola.




Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização