Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Caravana da Integração abre mercado para ZPE de Cáceres

Caravana da Integração abre mercado para ZPE de Cáceres



Durcy Arévalo e Lorena Bruschi | Vice-governadoria

A Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Cáceres é fundamental para a integração comercial sul-americana. Durante a assinatura de acordo de cooperação entre os estados de Mato Grosso e de Tacna, no Peru, na noite desta terça-feira (26.04), o governador Pedro Taques reforçou que o fortalecimento da ZPE é um dos objetivos da Caravana da Integração, composta por integrantes do Estado, empresários, entidades do setor produtivo e políticos.

As empresas e indústrias que se instalarem na ZPE têm vantagens como incentivos fiscais para fomentar às atividades. Outra vantagem é que na Zona de Processamento haverá postos da Receita Federal e do Ministério da Agricultura, para que todos os produtos de lá saiam prontos para exportação.

Taques ainda lembrou a importância de manter relações econômicas com os países vizinhos. Apenas o Peru tem 30 milhões de habitantes, o que pode favorecer o comércio. “Nosso estado produz em 40% do seu território e produzimos muito. Só que, mais do que produzir, nós precisamos exportar”, afirmou.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Seneri Paludo, a primeira missão para consolidar as relações comerciais é trabalhar junto com o governo brasileiro e boliviano, para terminar a pavimentação da rodovia de 315 km que liga Santa Cruz de La Sierra à San Matias. Outra importante ação é consolidar um voo que ligue Santa Cruz até Cuiabá. O último passo é transformar a ZPE em uma plataforma de acesso a esses mercados consumidores.

“É uma grande plataforma para atendermos o mercado da Bolívia, do Paraguai, do Chile, do Peru. Visitamos no Chile, em Iquique, uma zona comercial onde, em 2015, metade dos US$ 3,6 bilhões de dólares comercializados, foram vendidos para o mercado boliviano. E a ZPE tende a funcionar da mesma forma”, afirmou.

Paludo explica que o trabalho deve ser desenvolvido principalmente com produtos de agroindústrias, como a carne. O secretário lembra que este é um processo de longo prazo, mas que o Estado trabalha para isso.

Para o vice-governador Carlos Fávaro, a ZPE colabora com a integração comercial e também com a industrialização dos produtos, agregando valor a produção local. “Mais do que novos parceiros comerciais, estamos visitando um novo mercado consumidor para a produção de Mato Grosso. Essa caravana abre portas que vão nos ajudar a consolidar e fortalecer a ZPE de Cáceres”, disse.

O prefeito de Cáceres, Francis Maris, afirmou que este conjunto de ações vai melhorar a indústria e a arrecadação do Estado e, consequentemente, a vida dos mato-grossenses. “Há muito tempo que falamos que temos que integrar com os países vizinhos. A ZPE vai facilitar essas vendas. As nossas indústrias serão mais competitivas em função da isenção de impostos”, opinou.

ZPE

No último dia 18 de abril, o governador Pedro Taques assinou o termo de autorização de abertura de licitação, que dá início aos trâmites legais do processo licitatório para implantação da primeira etapa da ZPE. Foram 26 anos de espera, desde que o projeto foi idealizado. Nessa primeira fase os investimentos serão de R$ 16 milhões, já garantidos pelo executivo estadual.


Sob responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), 17 empresas já estão pré-cadastradas para se instalar no local.
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização