Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » ALMT faz levantamento histórico para homenagear Casa Civil e Militar

ALMT faz levantamento histórico para homenagear Casa Civil e Militar

O presidente da ALMT, Guilherme Maluf, participou da comemoração dos 50 anos da Casa Civil e Militar e entregou o levantamento histórico


KLEVERSON SOUZA
Assessoria da Presidência

Os 50 anos da Casa Civil e da Casa Militar do Governo do Estado foram celebrados pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), que realizou levantamento histórico da criação das duas secretarias.

Durante a solenidade de comemoração dos 50 anos das duas pastas, realizado na noite desta quinta-feira (3), no Cenarium Rural, o presidente do Poder Legislativo, Guilherme Maluf (PSDB), entregou um compêndio histórico da Casa Civil e Militar aos titulares das pastas, Paulo Taques e coronel Airton Benedito de Siqueira Júnior, respectivamente.

“Esse levantamento foi produzido pelo Acervo Instituto Memória do Poder Legislativo e busca no Diário Oficial de Mato Grosso, mostrando que a Assembleia Legislativa valoriza a nossa história. Quem não conhece o passado, não entende o futuro”, afirmou Guilherme Maluf, que foi agraciado com a medalha “Guardiões do Paiaguás”.

O governador Pedro Taques (PSDB) disse que o vento foi promovido para lembrar aqueles que de algum modo colaboraram para o desenvolvimento das duas secretarias.

“Como governador, digo que é uma honra ser governador do estado que nasci e que amo. Tenho a compreensão de que esse Estado não foi criado no dia em que tomei posse. Muitos passarão e construirão esse Estado. Essa é uma homenagem a aqueles que colocaram um tijolo, algo de suas vidas para que Mato Grosso pudesse crescer e a melhor forma de doação é a política, pois você contribui para a melhoria na vida das pessoas”, disse.

HISTÓRICO - As duas secretarias foram criadas na gestão do então governador Pedro Pedrossian. Em mensagem do Poder Executivo encaminhada a Assembleia Legislativa, no dia 5 de fevereiro de 1966, o chefe do executivo propôs a fundação da Casa Civil e da Casa Militar.

Com a apresentação de requerimento para tramitação em regime de urgência e ampla discussão sobre o tema na Casa de Leis, inclusive com emendas ao projeto, a criação das pastas foram aprovadas dois dias depois na Assembleia Legislativa, então presidida pelo deputado Walderson Coelho, e sancionada na mesma data pelo governador.

De acordo com o decreto nº 348, de 2015, a Casa Civil é responsável por fortalecer o relacionamento e facilitar a articulação do Governo do Estado junto a Assembleia Legislativa e entidades da sociedade civil organizada, a Casa Civil faz a representação política do governador e promove a integração política institucional.

Ao longo dos anos, Mato Grosso teve 34 secretários-chefes da Casa Civil. Desde o dia 1 de janeiro de 2015, a pasta é conduzida por Paulo Zamar Taques.

Já na Casa Militar, foram 23 secretários-chefes, e atualmente é conduzida pelo coronel Airton Benedito de Siqueira Júnior, no órgão que tem como objetivo, assistir direta e imediatamente o governador e vice-governador de Mato Grosso no desempenho de suas atribuição, fazendo a assessoria pessoal em assuntos militares de segurança e coordena as atividades de inteligência, além de conduzir o cerimonial militar e desenvolve a segurança do Palácio Paiaguás.

Ex-secretários-chefes da Casa Civil e da Casa Militar ou representantes participaram do evento e foram homenageados pelo Governo do Estado.

Mais informações

Assessoria de Imprensa da Presidência








Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização