Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Vereadores aprovam projeto que permite uso de recursos do Estado no combate a Dengue

Vereadores aprovam projeto que permite uso de recursos do Estado no combate a Dengue


Marcos Figueiró
Assessoria de Imprensa

Os vereadores tangaraenses aprovaram o Projeto 02/2016 que altera o valor da receita municipal de transferência do Estado ao Fundo Municipal de Saúde. De acordo com o projeto aprovado na Câmara, o Município receberá do Estado R$ 439 mil destinados a custear despesas da Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo mensagem encaminhada pelo prefeito aos vereadores, o projeto permite que sejam utilizados recursos previstos nas portarias 008/2016/GBSES e 009/2016/GBES. Os recursos serão utilizados no incentivo financeiro estadual aos 121 (cento e vinte e um) agentes comunitários de Saúde e 55 (cinqüenta e cinco) agentes de combate às endemias. Pela parceria prevista pelo Termo de Compromisso firmado entre a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso e o Município de Tangará da Serra, cada um dos agentes receberá o valor de R$ 200,00 (duzentos reais) por quatro meses, perfazendo um total de R$ 140 mil e 800.


O projeto aprovado pelos vereadores também autoriza investimentos de R$ 92 mil na aquisição de veículo e/ou equipamentos para atender a área da Vigilância em Saúde. E mais de R$ 205 mil para aplicação em ações de vigilância e controle do vetor Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e Zica virus.
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização