Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Profissionais do HUJM na luta contra o mosquito transmissor de doenças

Profissionais do HUJM na luta contra o mosquito transmissor de doenças



Profissionais e estudantes do Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM-UFMT), administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), foram convocados para o combate contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças. Essa batalha começou com a “arrumação da casa”. Durante a segunda quinzena de janeiro, colaboradores de todos os setores do Hospital separaram equipamentos e materiais em desuso, guardados em ambientes externos e internos; que foram recolhidos pela equipe da Divisão de Infraestrutura.

Medidas emergenciais também foram adotadas para acabar com possíveis focos já existentes do mosquito nas dependências do HU. Chefe do Setor de Logística, Lays Ferreira de Almeida, frisa que a aplicação do fumacê está ocorrendo somente na área externa no Hospital, enquanto o serviço de dedetização mensal é realizado nos ambientes internos. “Dentro do hospital, se o profissional observar alguma incidência, a empresa aplica outros produtos indicados, como citronela”, pontua Lays.


Os colaboradores foram orientados ainda a procurarem o Setor de Logística quando identificarem locais que sirvam de focos para o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. A chefe do Setor de Vigilância em Saúde e Segurança do Paciente, Josiane de Souza Rosa, explica que, além da identificação dessas áreas e a eliminação do foco, os profissionais estão sendo orientados a notificarem os focos utilizando o formulário disponível em combateaoaedes.ebserh.gov.br. Para a adesão de novos combatentes nessa batalha, cartazes e folhetos com orientações foram distribuídos para profissionais, estudantes e usuários.

Outra ação vem com o apoio da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que, através da Comissão Interinstitucional de Controle da Dengue no Campus da UFMT em Cuiabá, vai visitar o Hospital Universitário e identificar os locais de risco de proliferação do mosquito.


“Esse mosquito tem desafiado o homem e o poder público com uma incrível capacidade de adaptação e resistência. Ele consegue se reproduzir em mínimas coleções de água. O controle sobre o mosquito só será alcançado com o engajamento de todos no combate. Em todos os ambientes, seja em casa, seja no trabalho, seja nos espaços públicos. Estamos fazendo nosso dever no HUJM” ressalta o superintendente do HUJM, Francisco Souto.


Evania Costa - Assessora de Comunicação
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização