Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Juíza concede liberdade a pai acusado de agredir filha de 9 meses

Juíza concede liberdade a pai acusado de agredir filha de 9 meses


Menina continua internada no Pronto-Socorro de Várzea Grande



MidiaNews - THAIZA ASSUNÇÃO

O suspeito confessou que deu um tapa nas costas da menina porque se irritou com o choro dela

A juíza Kátia Rodrigues Oliveira da Comarca de Poconé (109 km de Cuiabá) concedeu liberdade ao jovem D.C.A., de 19 anos, que agrediu a própria filha de apenas 9 meses.

O caso ocorreu na noite do último domingo (15). O suspeito confessou que deu um tapa nas costas da menina porque se irritou com o choro dela.

Ele mesmo se entregou à PM, após ficar desesperado com o estado da criança.

Considerando que apesar da gravidade da violência, ao cair em si acerca do ocorrido o indicado imediatamente prestou o socorro devido além de se dirigir à delegacia a fim de narrar os fatos por ele praticados.

A menina continua internada no Pronto-Socorro de Várzea Grande. A unidade não informou o atual estado de saúde dela.

Na decisão, a magistrada alegou que mesmo havendo indícios da prática de tentativa de homicídio, não há elementos de que o jovem pode interferir nas investigações ou fugir.

A juíza também levou em conta que o suspeito não tem antecedentes criminais.

“Ademais, embora tenha agredido a própria filha a ponto de machucá-la não vislumbro, num primeiro momento, a intenção do acusado em ceifar a vida da criança conforme tipificado pela autoridade policial, considerando que apesar da gravidade da violência, ao cair em si acerca do ocorrido o indicado imediatamente prestou o socorro devido além de se dirigir à delegacia a fim de narrar os fatos por ele praticados”, diz trecho da decisão.

Na decisão, a magistrada disse que o pai deve se comprometer a comparecer a todos os atos processuais sob pena de ser preso novamente.

O caso

De acordo com a Polícia Militar, D.C.A. disse que chegou em casa no domingo (14) e encontrou a filha chorando.

Ele confirmou que tinha ingerido bebida alcóolica e se irritou com o choro da criança.  Alterado, o jovem agrediu a filha com tapas nas costas.

Após a agressão, o pai contou que a bebê começou a ficar com falta de ar e teve sangramento pela boca.

Apavorado, o jovem pediu ajuda da mãe da menina para levar a filha até o Pronto Atendimento Municipal.


Logo em seguida, ele se entregou à polícia.
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização