Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Janela partidária faz PSDB ser o maior partido de MT

Janela partidária faz PSDB ser o maior partido de MT


Vereadores, prefeitos e deputados migram para o grupo político pró-Taques

RAFAEL COSTA - Folha Max 


A promulgação pelo Congresso Nacional da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que abre prazo de 30 dias para troca de partido sem a perda de mandato ao agente político vai gerar uma reviravolta no cenário político de Mato Grosso.

A tendência é que o PSDB assuma o protagonismo e venha a se transformar no maior partido de Mato Grosso com número expressivo de prefeitos e vereadores. O partido busca agregar até 50 prefeitos e 200 vereadores estimulados a participar do mesmo grupo político do governador Pedro Taques que deixou o PDT e aderiu ao PSDB em agosto de 2015.

Na Câmara Municipal de Cuiabá, 13 vereadores estão dispostos a trocar de partido. Os vereadores Adevair Cabral e Renivaldo Nascimento deixarão o PDT e migrarão para o PSDB, que vai saltar para cinco vereadores e tornar-se o partido com a maior bancada do Legislativo. Os tucanos já são representados por Ricardo Saad, Maurélio Ribeiro e Lueci Ramos.

Em Cuiabá, o PSD do vice-governador Carlos Fávaro ganhará a filiação dos vereadores Domingos Sávio e Leonardo Oliveira que deixam o Solidariedade e o PTB, respectivamente. Por outro lado, o vereador Paulo Araújo que assumiu o mandato com a cassação de João Emanuel deixa o PSD e migra para o PP.

Incomodado com a postura governista do PTB à gestão do prefeito Mauro Mendes (PSB), o vereador Dilemário Alencar já recebeu convites do PMDB, PDT, PRB e PCdoB e avalia qual o melhor caminho partidário.

O vereador Chico 2000 (PR) já é dado como certo no PSB. Conforme apurado nos bastidores, o vereador Wilson Kero-Kero planeja se filiar ao nanico PSL para disputar à reeleição em 2016.

A mudança partidária também é descartada pelos vereadores Oséas Machado (PSC), Adilson Levante (PSB), Faissal Calil (PSB), Haroldo Kuzai (SD) e o presidente do Legislativo, Júlio Pinheiro (PTB). Ainda mantém conversa nos bastidores para avaliar a possibilidade de mudança de partido os vereadores Lilo Pinheiro (PRP), Marcrean dos Santos (PRTB), Onofre Junior (PSB) e Néviton Fagundes (PTB).

Na Assembleia Legislativa, o PSDB também articula para ser a maior bancada. O partido já convidou oficialmente o deputado estadual Pedro Satélite (PSD), Leonardo Albuquerque (PDT), Baiano Filho (PMDB) e Dilmar Dal Bosco (DEM).

A cúpula tucana aguarda a filiação de até três parlamentares para ocupar seis cadeiras. Atualmente, o PSDB é representado por Wilson Santos, Saturnino Masson e Guilherme Maluf.

O suplente de deputado estadual e atualmente no exercício do mandato, Jajah Neves, vai trocar o PDT pelo PSDB.

A decisão do senador Blairo Maggi em permanecer no PR e não ir mais ao PMDB frustra os planos dos peemedebistas de assumir o protagonismo político em Mato Grosso. O partido já dava como certa a filiação de Emanuel Pinheiro e Wagner Ramos, ambos do PR.


A única filiação dada como certa pelo PMDB vinda da Assembleia Legislativa é a ex-deputada estadual Janaína Riva que deixou o PSD com aval da Justiça Eleitoral.
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização