Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Ex-segurança de Arcanjo foi morto por namorado de ex em Cuiabá

Ex-segurança de Arcanjo foi morto por namorado de ex em Cuiabá


Casal de assassinos está foragido

Folha Max

Investigações da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), da Polícia Judiciária Civil, esclareceram um crime de homicídio ocorrido quando a vítima assistia a uma partida de futebol, em Cuiabá. A resolução do crime está inserida na operação da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Carga Máxima.

A vítima trabalhava como cobrador e há informações de que foi segurança do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro.

A vítima, Marcides Ferreira Campos, foi morta no final da tarde do dia 12 de dezembro de 2015, próximo ao miniestádio no bairro Praeirinho. Na ocasião, o local estava cheio de torcedores que assistiam ao jogo. A vítima após uma discussão acabou alvejada por oito disparos de arma de fogo.
O inquérito policial foi finalizado com autorias definidas e indiciamento de três pessoas pelo crime de homicídio qualificado. Os suspeitos tiveram os mandados de prisão temporária, expedidos pela 12ª Vara Criminal da Capital. Os indícios apontam que o crime foi motivado por ciúmes.

O suspeito Fabio Vinicius Rodrigues Brito Viana, 22, e sua companheira Karolayne Machado da Silva, 19, estão foragidos desde o dia dos fatos. Já o terceiro envolvido Fagner Moraes dos Santos, 32, conhecido como “Seu Zé”, encontra-se atualmente preso.

Nas diligências e depoimentos de testemunhas, a Polícia Civil descobriu que Marcides era ex-marido de Karolayne, atual companheira do suspeito Fábio.

O delegado Antônio Carlos de Araújo, que preside as investigações, informou que a  vítima era conhecida por exercer função de “cobrador” e já estava no local com um grupo de amigos, quando sua ex-mulher chegou acompanhada de Fabio, iniciando algumas provocações.

“Houve uma discussão entre Marcides e Fagner, que  tomou a iniciativa e perquntar à vitima ser era o 'bravo', nisso efetuou o primeiro disparo. Foi quando Marcides segurou na mão de Fagner e entram em lutar corporal. Fagner arremessou a arma para Fábio, que efetuou disparos. Logo depois Fagner pegou a arma novamente e deu os disparos finais. A vítima tentou correr, mas ao se distanciar um pouco acabou caindo, entre dois veículos, morrendo no local”, detalhou o delegado Antonio Carlos.
Em seguida, Fabio e Karolayne fugiram utilizando um veículo e não foram mais localizados. O coautor do homicídio, Fagner fazia o uso de tornozeleira eletrônica no dia do crime e também estava foragido, até ser preso em flagrante por crime de roubo.

Com base nas ordens judiciais em aberto, os policiais civis da DHPP se deslocaram até a Penitenciária Central do Estado (PCE), onde Fagner está recolhido e o conduziram à Delegacia, para ser interrogado na manhã desta sexta-feira (19.02). Ele confessou crime.

Fagner Moraes dos Santos tem passagens pela polícia por quatro roubos qualificados, tendo três condenações pelo crime, sequestro, apropriação indébita, uso de documento falso, e agora homicídio. Ele é considerado de alta periculosidade.


Na DHPP a Polícia Civil deu cumprimento ao mandado de prisão temporária (30 dias) contra o acusado Fagner. As diligências continuam para a localização e prisão do casal procurado.
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização