Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Deputado entrega documentos para instruir ação contra pedágio

Deputado entrega documentos para instruir ação contra pedágio



Gilberto Leite/Rdnews

Deputado esradual Max Russi entrega documentos contra a concessionária Rota do Oeste

O deputado estadual Max Russi (PSB) se reuniu com o procurador da República Gustavo Nogami, na tarde desta quarta (3), para entregar documentos para instruir a ação civil pública originada pela representação contra a concessionária Rota do Oeste. Em 15 de dezembro de 2015, o parlamentar solicitou a suspensão imediata da cobrança de pedágio nas BRs 163 e 364, no trecho que liga Cuiabá a Rondonópolis.

Na audiência, Russi entregou fotos mostrando a situação da rodovia, inclusive com registro das filas para pagar o pedágio. Também foram entregues vídeos com depoimentos de caminhoneiros, relatando as condições de trafegabilidade. 

“Desde dezembro, a situação só piorou e aumentaram os buracos. A reclamação está constante. Estamos no momento de trancar a rodovia para ninguém mais trafegar, porque realmente está um absurdo. Quem faz de Sinop até Rondonópolis gasta R$ 300 de pedágio e não tem rodovia de qualidade. Acidentes acontecem todos os dias. Queremos providências, enquanto não resolver o problema que não cobre o pedágio”, defende o parlamentar, em entrevista ao Rdnews

 A representação de Russi está fundamentada em relatório técnico emitido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea). O documento aponta diversas irregularidades no fornecimento dos serviços pela Rota do Oeste. Além da suspensão da cobrança de pedágio, o deputado também reivindica a duplicação imediata de, pelo menos, 10% do total do trecho concedido. 


Max Russi ainda solicita apresentação de cronograma de conclusão das obras, a eliminação de praças de pedágio em desobediência à distância mínima de 100 km entre elas, a contratação de mais trabalhadores para funcionamento de todas as cabines, além da correção de todos os erros apontados no relatório técnico.
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização