Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Suspeito de sequestrar, torturar e matar mãe e dois filhos é preso

Suspeito de sequestrar, torturar e matar mãe e dois filhos é preso

Mulher e dois filhos adolescentes foram torturados e mortos em mata fechada em Juína (Foto: Juína News)


Um homem suspeito de liderar um grupo que sequestrou e matou Luzinete Sacchi Barbosa, de 53 anos, e os dois filhos dela, uma jovem de 18 anos e um adolescente de 13, em Juína, a 737 km de Cuiabá, foi preso neste sábado (23). Ela estava escondido na casa de um parente dele, em Araputanga, a 354 km da capital, segundo a polícia. O sequestro ocorreu no dia 22 do mês passado e o triplo homicídio, no dia seguinte.

A Justiça havia determinado a prisão dele. Outros dois suspeitos do crime já tinham sido presos durante uma barreira da Polícia Militar na região em que ocorreu o triplo homicídio e indiciados junto com ele pelos crimes de extorsão mediante sequestro com resultado morte, estupro e associação criminosa.

Na casa em que o homem estava, a polícia informou que tinha marmitex, garrafas de água e materiais para que ele permanecesse escondido no local, sem haver necessidade de sair.

Os três moravam em Cotriguacú. O suspeito preso neste sábado é tio de outro suspeito do crime, que já está detido.

Durante o crime, os sequestradores, que teriam a intenção de exigir da família um dinheiro que o irmão de Luzinete teria recebido após a venda de uma fazenda, ainda estupraram a jovem de 18 anos, de acordo com a Polícia Civil, que investiga o caso.

Os integrantes do bando invadiram a propriedade na noite do dia 22 de dezembro e renderam pai, mãe e os dois filhos. A mulher e os filhos foram levados do local, enquanto o marido dela permaneceu na fazenda sob ameaça de outro criminoso, que fazia parte do bando. Segundo a polícia, a ideia era forçar pagamento pelo resgate da mulher e dos filhos.

Eles tinham conhecimento que o irmão da mulher havia vendido uma fazenda em Juara, a 690 km de Cuiabá, no valor de R$ 700 mil e, por isso, exigiam R$ 900 mil para a libertação da família.

Durante as negociações, o homem que fazia o marido de Luzinete refém o levou para o mato e lá ele pediu para tomar água, quando conseguiu tomar a espingarda do sequestrador e rendê-lo. Ele então o obrigou a ir até uma fazenda próxima e lá pediu ajuda dos moradores para amarrá-lo e chamou a polícia. 

Em seguida, o sequestrador levou os policiais até o local onde a família era mantida refém e lá a mulher e os dois filhos foram encontrados mortos a pauladas.

Fonte: Do G1 MT

Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização