Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Projeto piloto de escola integral será implantado em Arenápolis

Projeto piloto de escola integral será implantado em Arenápolis




Em 2016 alunos de seis unidades da rede estadual de ensino vão passar dois períodos na escola. A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) implantará o projeto piloto “Educação Integral em Tempo Integral” nas escolas de Ensino Médio Pindorama e André Maggi em Rondonópolis, e nas de Ensino Fundamental Antônio Epaminondas e José de Mesquita, em Cuiabá, Daury Riva em Juara e Alfredo de Araújo Granja em Arenápolis.

A iniciativa foi pensada visando uma educação que discuta e construa valores e cidadania, além do acompanhamento e aprofundamento pedagógico. A efetivação do projeto contará com ampliação de recursos em diversas áreas, entre elas de infraestrutura e equipamentos, e remodelagem da estrutura organizacional.

De acordo com o secretário-adjunto de Política Educacional, Gilberto Fraga de Melo, não se trata apenas de ampliar a carga horária (que passará a ser de oito horas), mas inserir temáticas diversificadas e garantir maior integração desse aluno no seu contexto social e jovial. “Para isso, devemos fazer significativas adequações na estrutura física das unidades para criarmos um ambiente favorável ao aluno”, disse. Ele ressalta que a escola precisa ser atrativa e agradável ao estudante, de forma que promova a interação entre o desejo de aprender e o aprendizado.

Para a escolha das escolas foram considerados pontos como a demanda de novas matrículas, salas ociosas, crescimento populacional em torno da unidade com sinais de estagnação, entre outros. “Também foram realizadas reuniões com a comunidade escolar para saber se era favorável ou contra a implantação”, salientou Melo.

A princípio, as escolas de Ensino Fundamental escolhidas já têm uma perspectiva na área, por conta dos trabalhos do Mais Educação, que disponibilizava atividades extraclasse para os estudantes. E no caso das escolas de nível médio, também já atuam com o Ensino Médio Integrado da Educação Profissional, e estão em regiões centrais, tanto a de Cuiabá como a de Rondonópolis.

Macrocampos

Tanto para o Ensino Fundamental quanto para o Médio, as ações foram criadas a partir de macrocampos. O diferencial é que para o EM todos os componentes terão a mesma carga horária, sejam as disciplinas curriculares ou as diversificadas. São oito itens definidos: Acompanhamento Pedagógico, Leitura e Letramento, Iniciação Científica e Pesquisa, Língua Estrangeira, Cultura Corporal, Produção e Fruição das Artes, Comunicação, Cultura Digital e uso das Mídias e Participação Estudantil.

Para o EF preservam-se as matérias da Matriz Curricular da Base Comum previstas para o 1º ao 5º ano e do 6º ao 9º ano, sendo as atividades Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas, com a carga horária específica, e acrescenta-se a parte diversificada. São elas: atividades esportivas e motoras (futsal, handebol, voleibol, basquete, atletismo, xadrez, lutas) e formação pessoal e social (empreendedorismo social, educação para o trânsito, educação em valores, economia solidária e criativa/educação financeira e fiscal, educação em direitos humanos, promoção da saúde e prevenção de doenças e agravos a saúde, horta escolar e/ou comunitária e jardinagem escolar).

Ampliação

O desejo do governador Pedro Taques é de que esse modelo seja implantado em mais unidades da rede estadual de ensino. A expectativa é de que em 2017 outras 26 escolas passem a ofertar o ensino em período integral.

Fonte: Viviane Saggin e Eliana Bess | Seduc-MT - Foto por: Assessoria Seduc-MT
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização