Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Número de casos de dengue cresce 256% em Mato Grosso, diz governo

Número de casos de dengue cresce 256% em Mato Grosso, diz governo




Mato Grosso já registrou 2.923 casos de dengue neste ano. No mesmo período de 2015 foram 821 notificações, o que representa um aumento de quase 256%. Diante do aumento no número de casos notificados, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) reforça o alerta para a intensificação das ações de prevenção e controle da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus aos 141 municípios.

Entre os municípios com maior ocorrência de dengue, Sinop lidera o ranking com 238 casos notificados, seguido por Cuiabá (47), Várzea Grande (36) e Rondonópolis (23) casos de dengue notificados até o momento.

Essas cidades também se destacam pela alta incidência registrada, com índices superiores a 300 casos por 100 mil habitantes. Ao todos são 19 municípios em situações alarmantes. No estado, a incidência é de 91 casos notificados a cada 100 mil habitantes.

A SES orienta a população para evitar os criadouros dos mosquitos transmissores da doença e prevenir, além da dengue, a febre chikungunya e o zika vírus. O estado monitora semanalmente a progressão dos casos e faz o trabalho de orientação junto aos municípios para que as ações sejam intensificadas, mas que 80% dos criadouros do mosquito estão nas residências, por isso é importante o envolvimento da população.

Para reduzir os impactos causados pela dengue, a SES destaca os municípios, principalmente os silenciosos e de maior incidência, a manter a rede atenta para o diagnóstico precoce da doença e o manejo correto para que os óbitos sejam evitados. Além disso, devem ser desenvolvidas ações de mobilização, inspeções domiciliares para eliminação de criadouros do mosquito, atividades educativas para orientar a população sobre como evitar focos do vetor, como também aplicação de inseticida para eliminação de insetos adultos.

Chikungunya e zika vírus

Já foram registrados este ano 33 casos suspeitos de febre chikungunya. Durante todo ano de 2015, foram 286 casos. São 42 municípios que notificaram casos da doença no estado. Até o momento foram recebidos 316 exames para detecção no aguardo de resultado.

Em relação ao zika vírus são 1.048 casos suspeitos. No mesmo período do ano passado foram sete casos notificados. Este ano os municípios de Várzea Grande e Matupá tem 349 e 111, respectivamente, registros de casos suspeitos.

Fonte: Maricelle Lima Vieira | SES - MT - Foto: GCom-MT

Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização