Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Namorado é suspeito de mandar matar grávida de 7 meses

Namorado é suspeito de mandar matar grávida de 7 meses

Delegado da DHPP, Geraldo Gezoni, representou pelas prisões para esclarecer o caso


Um segurança de 19 anos foi preso nesta terça-feira (19) suspeito mandar matar a namorada dele, uma jovem de 22 anos que estava grávida de sete meses, no dia 14 de janeiro, no Bairro Capela do Piçarrão, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. A vítima foi espancada e esfaqueada. O corpo dela foi encontrado um dia depois do crime, deixado sobre uma cama, seminua, na casa dela.

Outras três pessoas estão detidas, sendo a tia do suspeito, de 32 anos, o primo dele, de 19, e uma adolescente de 15 anos. O crime ocorreu na noite do dia 14, em um matagal, no bairro Vila Operária. A grávida foi atacada com vários golpes de faca. Depois, teve o corpo transportado em uma porta de armário, usado como maca, até sua casa e lá o corpo foi lavado e colocado sobre a cama no quarto em que dormia.

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ainda não sabe a motivação do crime. O suspeito e a tia dele estavam com a prisão decretada e foram presos pelos policiais na segunda-feira (18) e nesta terça-feira, em Várzea Grande. As investigações ainda apontam a participação de outros dois adolescentes, sendo uma menina e um menino, e ainda outra mulher.

O delegado do caso, Geraldo Gezoni Filho, informou que o namorado da vítima não estava na cena do crime, mas as suspeitas recaem sobre ele, uma vez que teria pedido a um dos adolescentes para exclui-lo da participação e também ter inventado uma viagem.

O primo do segurança foi preso no mesmo dia que o corpo da vítima foi encontrado. Ele revelou aos policiais a participação de dois adolescentes. A adolescente de 15 anos foi encontrada no domingo (17) pelos próprios familiares em um sítio na cidade de Nossa Senhora do Livramento, a 42 km de Cuiabá.

Aos policiais a adolescente confessou a participação dos demais comparsas. No entanto, ela e o primo do suspeito deram versões diferentes sobre o crime. O primo diz que teria atraído a grávida até um campo de futebol, no bairro Vila Operaria, e lá ela foi morta. Já a adolescente conta que todos invadiram a casa da vítima, bateram nela, a tiraram da casa e levaram para o campo de futebol, a pedido de outra adolescente. Ela estaria com ciúmes do companheiro.

“A vítima foi golpeada, em um matagal, ao lado do campo de futebol. Foi espancada, colocada em cima de uma porta, transportada até sua residência, lavada na caixa d’água”, detalhou o delegado. O segurança preso já respondia a um processo por roubo pela Quarta Vara Criminal de Várzea Grande.

Fonte: Do G1 MT

Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização