Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Mãe é presa após levar filha da casa dos avós à força durante assalto

Mãe é presa após levar filha da casa dos avós à força durante assalto




Uma mulher de 18 anos foi presa na quinta-feira (7) em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, por levar a própria filha - com oito meses de vida - da casa dos avós paternos à força durante um assalto. De acordo com a Polícia Civil, ela e o padrasto do bebê foram acompanhados de três homens à casa dos avós paternos da criança para tentar tirá-la do local e, ao chegarem, acabaram também assaltando a residência. Em depoimento à polícia, a jovem contou que deixou a criança sob os cuidados da avó, mas a queria de volta. A avó teria se negado a devolver o bebê.

Segundo o delegado Santiago Rozendo Sanches, a mãe e o padrasto contrataram três homens para invadir a residência dos avós paternos em um sítio na zona rural de Guiratinga, município a 334 km de Cuiabá, e pegar a criança de volta.

O bebê havia sido deixado com a vó pela própria mãe, que, segundo a polícia, sofre de transtornos psicológicos. “Ela tinha dificuldade para criar e havia também uma suspeita de que o bebê era maltratado”, declarou Sanches.

Na propriedade rural, durante um desentendimento com a avó da criança, o grupo decidiu levar também objetos da casa, uma quantia em dinheiro, joias e o carro da família. O veículo foi abandonado em uma estrada próxima ao sítio.

Em fuga, os três homens foram presos a cerca de 200 quilômetros deo local, em Torixoréu, a 577 km de Cuiabá. Já o casal foi preso em Barra do Garças, a 516 km da capital. Eles pretendiam fugir para o estado de Minas Gerais.

Ainda segundo a Polícia Civil, eles foram autuados por roubo e encaminhados para a Cadeia Pública de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. A mulher não deve ser atuada por sequestro, já que é a mãe biológica da criança, cuja guarda a avó paterna - embora estivesse cuidando dela - não possui. Porém, por causa da prisão da mãe, o bebê foi deixado novamente sob os cuidados da avó.

Fonte: Do G1 MT - Foto: Reprodução
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização