Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Investigadores pedem celulares de tenistas suspeitos de manipulação

Investigadores pedem celulares de tenistas suspeitos de manipulação

Bartlomiej Zborowski/EFE/EPA



A Unidade de Integridade do Tênis (TIU), criada para fiscalizar a modalidade, pretende ir a fundo nas investigações relacionadas a uma possível manipulação de resultando envolvendo jogo de mistas duplas. A partida envolveu os espanhóis David Marrero e Lara Arruabarrena contra o polonês Lukasz Kubot e a tcheca Andrea Halavackova, pela 1ª fase do Aberto da Austrália.

De acordo com o jornal espanhol Marca, as autoridades que analisam o caso pediram os celulares e tablets de Kubot e Halavackova, que venceram o jogo. O mesmo procedimento será feito a Marrero e Arruabarrena, que não estão mais na Austrália. A dupla espanhola já foi comunicada sobre o pedido de análise do celular e tablet. Com os aparelhos em mãos, a Unidade de Integridade do Tênis e a organização do Aberto australiano querem buscar possíveis rastros que evidenciariam uma manipulação. 

A partida foi considerada suspeita pela organização do torneio. A desconfiança ocorreu após o jornal New York Times noticiar que o site de apostas Pinacle Sports registrou vultosa quantia para um duelo considerado pouco atraente para investidores. Tamanho foi o valor apostado que o site de apostas retirou a partida de sua programação 13 horas antes do jogo.

Marrero e Arruabarrena são os principais alvos da investigação.

A dupla mista espanhola perdeu o jogo por 6-0 e 6-3. Marrero negou qualquer envolvimento com apostadores e declarou ao final da partida que dores no joelhoafetaram seu rendimento em quadra.

Vencedores da partida, Kubot e Halavackova foram interrogados por investigadores. Eles foram perguntados se observaram algo anormal com a dupla espanhola.

"Não vimos nada anormal [na dupla espanhola]. Os dois jogadores jogaram 100% contra nós e não nos parece justo colocar os nomes de ambos sem provas", explicaram os tenistas vencedores.

Fonte: Do UOL, em São Paulo

Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização