Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Fiscais apreendem 200 kg de peixe e aplicam multa de R$ 17 mil

Fiscais apreendem 200 kg de peixe e aplicam multa de R$ 17 mil

Fiscais apreendem 200 kg de pesca e aplicam multa de R$ 17 mil (Foto: Fiscalização/Sema)


Fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) apreenderam 200 kg de pescado que foram retirados através de pesca depredatória, na Rodovia Palmiro Paes de Barros, que dá acesso ao município de Santo Antônio de Leverger, a 35 km de Cuiabá. Segundo a Sema, o flagrante ocorreu nesta quinta-feira (14). Uma pessoa foi presa em flagrante, teve um veículo apreendido e pagou multa no valor de R$ 17,4 mil.

De acordo com a Sema, a ação faz parte de operações de combate aos crimes ambientais durante o período de piracema. Os fiscais percorrem os rios por meio de patrulhamento fluvial, evitando a mortandade e retirada de peixes, assim como patrulhamentos terrestres nas vias de acesso aos rios, limitando o escoamento de pescado ilegal.

Piracema

O período de defeso da piracema iniciou no dia 1º de novembro na bacia do Araguaia-Tocantins; e dia 5 de novembro nos rios da bacia do Paraguai e Amazonas. A pesca só será liberada novamente a partir do dia 29 de fevereiro de 2016.

Quem desrespeitar a legislação poderá ter o pescado e os equipamentos apreendidos, além de levar multa de R$ 1 mil a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20 por quilo de peixe encontrado. A pesca depredatória e outros crimes ambientais podem ser denunciadas por meio da Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838.

Fonte: Do G1 MT

Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização