Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Filho de delegado morre após supostamente ser esquecido em carro

Filho de delegado morre após supostamente ser esquecido em carro




Uma criança de dois anos de idade, filho do delegado da Polícia Civil Geraldo Gezoni Filho, faleceu no início da noite desta terça-feira (26), em Cuiabá, em circunstâncias ainda não totalmente apuradas.

Segundo informações preliminares, o menino teria sido esquecido dentro do automóvel do delegado. 

Após o almoço, o delegado iria levar o menino ao berçario mas, em função de uma oitiva, marcada para o início da tarde, ele teria voltado direto para a DHPP (Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa), na Avenida da Prainha, região central, e esquecido o menor no carro.

O estacionamento no local não é coberto e, em função do calor intenso, a criança pode ter sofrido desidratação.

Segundo apurou a reportagem, somente após retornar do trabalho, já em casa, ele teria dado conta da situação.

Em seguida, o delegado levou o menino, às pressas, para o Pronto Atendimento da Unimed, mas ele não resistiu.

"Não temos informações mais precisas. É uma tragédia e estamos todos dando o apoio e o suporte necessários à família. Nesta quarta-feira poderemos esclarecer mais detalhes do que, de fato, aconteceu", afirmou ao MidiaNews a delegada Alana Cardoso.

Nota

A assessoria da Polícia Civil confirmou a ocorrência e divulgou uma nota lamentando a tragédia.

"Hoje toda a Polícia Civil está de luto e dispensaremos ao delegado, doutor Geraldo, e sua família, todo apoio necessário neste momento de luto, ressaltando se tratar de um excelente profissional que sempre desempenhou suas funções com dedicação e zelo”, afirmou o delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Adriano Peralta Moraes.

"A Polícia Civil informa que foram tomadas todas as providências para apurar as circunstâncias da morte da criança, de apenas dois anos", diz a nota.

Fonte: MidiaNews
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização