Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Custo de vida do idoso sobe 11,13% em 2015, acima da inflação oficial

Custo de vida do idoso sobe 11,13% em 2015, acima da inflação oficial

A população acima de 60 anos desembolsou 11,13% a mais pelos produtos e serviços consumidos em 2015, segundo pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgada nesta terça-feira (12).


Alimentos ficaram mais caros e pesaram sobre a inflação da terceira idade (Foto: Iryá Rodrigues/G1)



O aumento do custo de vida dessa população foi maior que o da inflação oficial, calculada pelo IBGE (10,67%), e o da taxa para os outros consumidores, medida pelo IPC-BR (10,53%).

Só no quarto trimestre do ano passado, o Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i), que mede a variação da cesta de consumo de consumidores com mais de 60 anos de idade, subiu 2,87%.

O que mais subiu nesses três últimos meses do ano passado foi a alimentação, cuja taxa passou de 0,54% para 5,37%, influenciada pelas hortaliças e legumes (de -16,33% para +20,81%).

Também ficaram mais caras as despesas com transportes (de 0,35% para 4,52%), educação, leitura e recreação (de 0,94% para 2,51%), vestuário (de 0,24% para 1,99%), saúde e cuidados pessoais (de 1,82% para 1,95%) e comunicação (de 0,77% para 1,08%).

Na contramão, entre as desacelerações, estão habitação (de 1,97% para 1,75%) e
despesas diversas (de 0,67% para 0,49%).

Variação de preços de alguns itens:

Gasolina (0,56% para 9,78%),

Passagem aérea (-5,76% para 17,98%),

Roupas (0,21% para 2,22%),

Salão de beleza (1,24% para 2,41%) e

Tarifa de telefone residencial (-0,17% para 1,61%)

Condomínio residencial (2,54% para 1,73%)

Alimentos para amimais domésticos (de 2,41% para -0,24%).

Fonte: Do G1, em São Paulo

Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização