Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Corpo de vítima de afogamento é localizado pelo Corpo de Bombeiros

Corpo de vítima de afogamento é localizado pelo Corpo de Bombeiros




Após três dias de buscas o Corpo de Bombeiros de Tangará da Serra localizou na manhã desta quarta-feira (20), o corpo de Antônio Simão de 46 anos, vítima de afogamento na noite do último domingo (17).

Em entrevista à Rádio Pioneira, Subtenente Elson contou como aconteceram os trabalhos de busca. “A guarnição foi solicitada no domingo à noite, porém nos deslocamos na segunda-feira cedo para o local, no Rio Tarumã, a 500 m de onde ele desagua no Rio Sepotuba. Na segunda nós mergulhamos de manhã e à tarde, no local onde disseram que ele afundou pela última vez.

Na terça retornamos e fizemos uma busca pela superfície e também mergulhamos. Hoje pela manhã efetuamos buscas sem sucesso. Resolvemos descer o rio, porque provavelmente ele poderia ter ido em direção ao Rio Sepotuba e obtivemos êxito em encontra-lo”, disse.

De acordo com o Subtenente, o corpo foi encontrado a aproximadamente 3 km de onde a vítima teria se afogado. “Tendo em vista que o Rio está cheio e sujo, não tivemos visibilidade nenhuma e dificultou nosso serviço. Mas graças a Deus hoje obtivemos êxito. Encontramos o corpo a 3 km para baixo de onde ele se afogou. A Polícia Civil e POLITEC foram acionadas para tomar as providências cabíveis”.

Segundo o Investigador Lázaro Ribeiro da Polícia Judiciária Civil, Antônio Simão estava pescando com familiares na região do Rio Tarumã na noite de domingo, por volta das 19h30, quando a canoa em que eles estavam afundou e ele não conseguiu sair do Rio.

“Nós estivemos no local onde foi localizado o corpo pela manhã para ouvir as testemunhas. Nos informaram que três pessoas estavam no Rio Tarumã em uma canoa de madeira média e devido ao nível do rio, não conseguiram subir a corredeira. A canoa veio a afundar, mas dois conseguiram se salvar”.

As testemunhas informaram que são ribeirinhas e têm a permissão de pescar até 3 kg para a própria alimentação. “Eles estavam pescando uma quantidade pequena e aconteceu essa fatalidade. O corpo acabou boiando e ficou preso em meio aos galhos”

O corpo de Antônio Simão foi levado ao IML de Tangará da Serra para perícia técnica e posteriormente ser liberado para a família realizar os procedimentos fúnebres.

Fonte: Aline Schwaab com Gilvan Melo
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização