Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Candidatos a prefeito só poderão gastar mais de R$ 1 milhão em cinco cidades de MT

Candidatos a prefeito só poderão gastar mais de R$ 1 milhão em cinco cidades de MT




Os candidatos a prefeito e a vereador terão limite de gastos estabelecidos pela Justiça Eleitoral nas eleições municipais deste ano. Os limites são fixados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base nos gastos declarados nas eleições anteriores, ou seja, em 2012. O teto é fruto da reforma eleitoral aprovada pelo Congresso Nacional em 2015. Antes da reforma, os candidatos apenas tinham que respeitar o limite de gastos estimado por eles próprios no início da campanha.

A cidade com o maior gasto permitido é a capital, Cuiabá, em que os candidatos a prefeito poderão gastar R$ 6,7 milhões cada no primeiro turno. Se houver segundo turno, o limite de gastos será de R$ 2 milhões para cada um dos dois concorrentes. Para os candidatos a vereador da capital, o limite de gastos previstos é de R$ 367 mil.

Em Mato Grosso, além da capital, outras quatro cidades têm teto acima de R$ 1 milhão por cada candidato a prefeito. A eleição mais cara do interior do estado deve ser a de Rondonópolis, que possui 139 mil eleitores. O limite estabelecido para os candidatos a prefeito gastarem este ano é de R$ 1,9 milhão, e de R$ 69 mil para os candidatos a vereador.

Várzea Grande, apesar de ter a segunda maior população do estado, com 174 mil eleitores, ficou em terceiro lugar no limite de gastos das eleições deste ano, perdendo para Rondonópolis e a capital. O teto para os candidatos a prefeito é de R$ 1,8 milhão, e para os candidatos a vereador é de R$ 61 mil.

Na sequência, os candidatos a prefeito em Lucas do Rio Verde, com 32 mil eleitores, poderão gastar até R$ 1,7 milhão cada, enquanto os candidatos a vereador podem gastar até R$ 66 mil. Em Primavera do Leste, com 37 mil eleitores, o limite de gastos é de R$ 1,4 milhão para os candidatos a prefeito, e R$ 66 mil para os candidatos a vereador.

Abaixo do milhão

Outras cidades com grande número de eleitores acabaram ficando com tetos menores, em função de terem tido eleições mais baratas em 2012. É o caso de Sinop, com 80 mil eleitores, e um teto de gastos de R$ 802 mil. Cáceres, com 61 mil eleitores, terá um teto de R$ 467 mil na disputa pela prefeitura.

Os candidatos a prefeito de Tangará da Serra, com 59 mil eleitores, poderão gastar até R$ 208 mil. Sorriso, com seus 44 mil eleitores, terá um teto de R$ 545 mil para a prefeitura. Barra do Garças, com 40 mil eleitores, terá teto de R$ 981 mil para os candidatos a prefeito este ano. Em Alta Floresta, que possui 36 mil eleitores, o limite de gastos é de R$ 488 mil para os candidatos a prefeito.

Cidades pequenas com tetos altos

Por outro lado, há municípios com número menor de eleitores, mas com tetos maiores que algumas das cidades citadas, em função de os gastos dos candidatos de 2012 terem sido mais altos. No grupo das cidades menores que ultrapassam o teto de meio milhão, está Água Boa, que terá um teto de R$ 722 mil na disputa pela prefeitura, apesar de ter apenas 14 mil eleitores.

Querência, com apenas 9 mil eleitores, terá um teto de R$ 548 mil na disputa pela prefeitura. Em Nova Mutum, com 21 mil eleitores, o teto para gastos dos candidatos a prefeito será de R$ 539 mil. Os candidatos prefeito de Santo Antônio de Leverger, com seus 15 mil eleitores, terão o limite de R$ 512 mil para gastar.

Os valores podem sofrer correção inflacionária e aumentar até o dia 20 de julho, quando o TSE publicará o limite a ser efetivamente adotado nas eleições. De acordo com as novas regras, no primeiro turno o limite será de 70% do maior gasto declarado para o cargo em 2012.

Confira a lista completa dos limites das cidades de Mato Grosso e de todo o país no site do TSE.

Fonte:  Laíse Lucatelli Olhar Direto - Foto: Rogério Florentino Pereira/OD
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização