Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Bombeiros continuam busca por corpo de homem desaparecido no Rio Sepotuba

Bombeiros continuam busca por corpo de homem desaparecido no Rio Sepotuba




De acordo com Sargento Júnior do Corpo de Bombeiros de Tangará da Serra, as equipes de busca estão concentradas no Rio Sepotuba, na região de Nova Fernandópolis.

“É uma extensão bastante grande. O trabalho está bastante difícil, mas as buscas continuam. Ontem (19) a guarnição foi às 5h e voltou as 21h e hoje já estão novamente na região. Foram feitos vários mergulhos no local e agora vamos realizar as buscas usando embarcação”, disse.

O Sargento salientou que a população ribeirinha fique atenta a qualquer sinal e acione o Corpo de Bombeiros. “Há a possibilidade de o corpo começar a boiar, por isso a gente pede para a população ribeirinha que avistar algo, entrar em contato e nos ajudar”.

Segundo informações, um homem de 47 anos estava pescando na região entre o Rio Sepotuba e Rio Tarumã na noite do último domingo (17), quando acabou caindo no rio. Guarnições do Corpo de Bombeiros deram início às buscas, mas devido ao volume de chuva e sujeira, ainda não foi possível a localização.

“Mesmo sabendo que é período de Piracema, as pessoas continuam pescando, usando materiais ilícitos. Esse mês é o segundo afogamento que temos na região pertencente à Tangará da Serra. Primeiro foi um afogamento onde a pessoa estava ‘batendo tarrafa’ na Barra do Bugres e agora mais esse cidadão que desapareceu realizando pescaria. O rio está bastante cheio e sujo. Um tronco pode pegar na embarcação e fazer com que ela vire no meio do rio, então todos os cuidados devem ser tomados por quem estiver utilizando de embarcação nas águas. E quem estiver junto, realizando pescaria nessa época, pode responder judicialmente também”, destacou Sargento Júnior.

Fonte: Aline Schwaab - da Redação Pioneira - Foto - arquivo Pioneira

Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização