Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Acusado de estuprar enteada durante 7 anos é preso em Barra do Bugres

Acusado de estuprar enteada durante 7 anos é preso em Barra do Bugres

Acusado de estuprar enteada ao longo de sete anos é preso em MT



Um homem acusado de estuprar a enteada, de 14 anos, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (19.01), no em Barra do Bugres (168 km a Médio Norte), após ter o mandado de prisão temporária decretado pela Justiça. Segundo as investigações, o acusado, E.D.S., 29, estuprava a menor desde que ela tinha 7 anos de idade.

As investigações iniciaram com a denúncia, feita no dia 2 de janeiro, de que a adolescente de 14 anos vinha sendo abusada sexualmente pelo padrasto há cerca de sete anos. Acompanhada de sua mãe, a adolescente contou que os abusos iniciaram quando ela ainda era uma criança, sendo abusada pela primeira vez quando ainda tinha 7 anos.

Em depoimento, a vítima relatou que o padrasto a obrigada manter relações sexuais com ele, e ainda ameaçava matar sua mãe caso a mesma contasse para alguém sobre os abusos. Conforme a adolescente, o agressor dizia que os familiares dela, não a aceitariam mais caso descobrissem os fatos.

Diante dos indícios, a Polícia Civil representou pelo mandado de prisão temporária do suspeito pelo crime de estupro de vulnerável. A ordem judicial foi deferida pela Comarca local, após parecer favorável do Ministério Pública do município.

O acusado teve a prisão cumprida, na terça-feira (19), quando compareceu na Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos. Durante interrogatório, ele apresentou diversas contradições.

De acordo com o delegado de polícia João Paulo Praisner, o inquérito policial será concluído nos próximos dias. “Uma vez que a vítima era abusada sexualmente desde os 07 anos de idade o suspeito responderá pelo crime de estupro de vulnerável majorado em continuidade delitiva, cuja pena pode variar entre 8 a 15 anos de reclusão”, afirmou o delegado.

Fonte: Assessoria | PJC-MT

Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização