Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Seduc contabiliza 50 mil cadastros no processo seletivo simplificado

Seduc contabiliza 50 mil cadastros no processo seletivo simplificado

A | A


Até o início da tarde desta quinta-feira (17.12) a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) contabilizou cerca de 50 mil cadastros no Processo Seletivo Simplificado (PSS), antiga contagem de pontos. Para atender a todos os interessados, a secretaria prorrogou o prazo para as inscrições – que podem ser realizadas até o dia 10 de janeiro de 2016.

Devido à grande demanda nos últimos dias, os sistemas de telefonia e de internet disponibilizados para o atendimento aos interessados apresentou lentidão. Para resolver a questão, a Seduc tomou medidas que incluíram o aumento de atendentes, a expansão dos locais de atendimento e a ampliação de linhas telefônicas.

De acordo com o com o superintendente de Tecnologia da Informação da Seduc, José Gil de Oliveira, nesta terça as equipes de TI se concentraram em resolver o problema de congestionamento das linhas de telefonia. “Ontem o dispositivo do Help Desk TI foi customizado para direcionar os atendimentos do PSS, reduzindo o tempo médio para três minutos. Além disso, ampliamos o número de pessoas de 14 para 18, no atendimento (0800) e outras linhas disponibilizadas no auditório do órgão”, explica.

Como o atendimento também passou a ser oferecido nas unidades escolares da rede estadual, a Superintendência de Gestão de Pessoas enviou manual contendo o passo a passo e instruções para que os secretários escolares e aos assessores pedagógicos de forma que estes possam liberar acesso aos usuários para a inscrição dos candidatos.

O atendimento por e-mail foi suspenso. O sistema passou a retornar mensagem automática, mostrando os caminhos a serem percorridos pelos candidatos, divididos por quatro grupos específicos: servidor efetivo/contratado com acesso aos SigEduca; servidor/contratado que já teve contrato na Seduc ou que cotou pontos; ex-alunos da rede estadual; e novo usuário (que nunca possuiu vínculo). Mesmas orientações disponíveis no portal da Seduc, onde também estão disponíveis manual e vídeo informativo sobre todo o processo.

Todos os e-mails da fila estão sendo respondidos, desta forma, reforça e amplia o atendimento presencial pela equipe de Gestão de Pessoas. “A TI continua monitorando os servidores de aplicação e banco de dados e mantendo a alta disponibilidade dos serviços WEB ofertados. Temos 45 pessoas dedicadas a estes eventos”, informa Gil.

Seleção

O processo seletivo realizado pela Seduc tem como objetivo a contratação de servidores temporários para a composição do quadro de pessoal. As contratações quando efetivadas, são motivadas por necessidade excepcional e temporária, respeitando o PSS e contagem de pontos, atendendo assim a demanda emergencial.

Entre os motivos dos contratos estão a substituição decorrentes de movimentações de servidores, como licenças, afastamentos e cedências.

“Após a disposição dos alunos em turmas, geram-se as demandas de aulas, e em cima dessas aulas primeiramente os servidores efetivos são atribuídos e consequentemente o que sobrar, de acordo com a habilitação de cada profissional, passa-se a analisar a necessidade de contratar temporariamente ou nomear um profissional efetivo”, informa o superintendente de Gestão de Pessoas, Fernando Carlos de Luna, acrescentando que os contratos podem ser ainda para aulas adicionais.

Luna esclarece que existem também outras especificidades como contratos temporários para atender municípios onde não existem mais candidatos classificados para nomeação, bem como servidores efetivos dispostos a serem removidos para tais localidades. “Desse modo, para garantia de funcionamento das unidades escolares precisamos recorrer a contratações”.

Fonte: Viviane Saggin - Seduc-MT - Foto: Thiago Rodrigues/Assessoria Seduc-MT
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização