Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Cuiabá tem confirmação de primeiro caso de febre Chikungunya

Cuiabá tem confirmação de primeiro caso de febre Chikungunya






Cuiabá registrou o primeiro caso de febre chikungunya autóctone - quando a doença é contraída dentro do município, de acordo com a coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, Doenças e Agravos (Covida), da Vigilância em Saúde de Cuiabá, nesta quarta-feira (16). 

O rapaz infectado tem 27 anos e mora no Bairro Parque Cuiabá. Segundo a Vigilância Epidemiológica, a confirmação veio somente após exame laboratorial, pois o homem está sem sintomas. O caso já foi comunicado à Coordenadoria do Centro de Controle de Zoonoses.

A febre chikungunya é uma doença causada pelo vírus CHIKV, da família togaviridae. O modo de transmissão, assim como a dengue e a zika, é através picada do mosquito Aedes aegypti infectado e, menos comum, pelo mosquito Aedes albopictus.

Os sintomas são semelhantes aos da dengue, como febre, mal-estar, dores pelo corpo, dor de cabeça, apatia e cansaço. A diferença da febre chikungunya está no acometimento das articulações. O vírus avança nas juntas dos pacientes e causa inflamações com fortes dores acompanhadas de inchaço, vermelhidão e calor local.

O vírus CHIKV pode provocar sintomas por até cinco anos, podendo ocasionar crises recorrentes e isso implica afastamento das atividades, além de intensas dores nas articulações. Segundo o coordenador da Covida, Fernão Leme Franco, os cuiabanos devem ficar em alerta, pois há também casos confirmados de Zika.

Gestantes infectadas com o Zika vírus correm risco de causar alterações nos bebês como a microcefalia. Em Cuiabá, quatro crianças e uma gestante estão sob investigação, aguardando coleta e resultados de exames laboratoriais.

No Bairro Parque Cuiabá, foram notificados 53 casos da dengue, no período de 20 de novembro a 05 de dezembro, segundo dados divulgados pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievis). No mesmo período, os bairros com maiores índices de notificações foram o Pedra 90 (223 casos), Santa Isabel (154), Cidade Alta (71), Dom Aquino (87) e Doutor Fábio (56).

Na segunda e terça feira (14 e 15), foram monitorados na região do Pedra 90 com auxílio de um drone. Em uma área de 465 hectares, 1.500 prováveis criadouros do mosquito foram identificados. Desses, 101 foram considerados mais críticos. Os agentes de combate a endemias continuam o trabalho na região.

De acordo com um levantamento preliminar da prefeitura, a meta de visitar 10.200 casas foi atingida.

Fonte: Do G1 MT

Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização