Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Suspeito de matar por ciúmes diz que era ameaçado pela vítima, diz polícia

Suspeito de matar por ciúmes diz que era ameaçado pela vítima, diz polícia

Cabeleireiro Maurício Medeiros de Souza foi morto a tiros no dia 30 (Foto: Arquivo pessoal)


O universitário de 31 anos, suspeito de assassinar o cabeleireiro Maurício Medeiros de Souza, de 30 anos, em Rondonópolis, distante 218 km de Cuiabá, se apresentou à Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (5). O assassinato ocorreu no último dia 30, em frente a uma universidade, no bairro Vila Birigui. O cabeleireiro deixou uma filha de um ano e seis meses.

De acordo com a delegada Karla Cristina Peixoto Ferraz, que conduz o inquérito, ele compareceu à delegacia acompanhado de dois advogados e confessou o crime, mas disse que era ameaçado pela vítima. Para a polícia, o suspeito teria cometido o crime por ciúmes da ex-namorada, Cleidiane Soares Dias, de 25 anos.

“Ele matou o Maurício por não aceitar o fim do relacionamento com a ex. Ele [o suspeito] simulou um acidente de carro, jogou o veículo contra o carro da vítima. Maurício desceu do carro e foi baleado pelo suspeito”, afirmou a delegada.

Ao G1, a delegada afirmou que o suspeito relatou, em depoimento, que era ameaçado pela vítima há algum tempo e que atirou contra o cabeleireiro porque se assustou, após a colisão.

“Ele disse que, após os dois se envolverem em um acidente, a vítima teria saído com algum objeto na mão, que ele não soube dizer o que era, e que, por medo, acabou disparando”, disse.

Em depoimento à polícia, Cleidiane afirmou que ela e o suspeito tiveram um relacionamento conturbado por um ano e que o rapaz era possessivo e não superava o fim do namoro. Após o término, ela conheceu Maurício, com quem estava casada há seis meses.

Ainda de acordo com a delegada, o suspeito já cumpriu pena de um ano e seis meses por tráfico de drogas em Mato Grosso do Sul e tem passagens por violência doméstica e ameaça, em Mato Grosso. Ele deve responder em liberdade pelo crime. No entanto, conforme a delegada, até a conclusão do inquérito, a polícia pode solicitar a prisão preventiva do universitário.

Arrependimento

Na última segunda-feira (2) o suspeito postou uma mensagem em uma rede social, se mostrando arrependido pelo crime. No texto, ele se disse triste com o que aconteceu e que não queria isso para a vida dele. O universitário também pediu perdão aos amigos e reafirmou estar arrependido. Na postagem, ele recebeu apoio de amigos e familiares.

'Covardia'

A mulher de Maurício, que também é universitária e trabalha como auxiliar de engenharia civil, afirmou ao G1 que o crime foi presenciado por amigos da vítima. Ela disse, ainda, que o suspeito e o veículo foram reconhecidos pelas testemunhas.

“Nesse tempo em que eu estava com o Maurício, ele [o suspeito] nunca me procurou. Eles já discutiram uma vez, mas isso foi antes de eu ter o relacionamento com Maurício. Eu não consigo comer, não durmo direito e não estou indo trabalhar. O que ele fez foi uma covardia, atirou pelas costas”, disse Cleidiane.

Ainda conforme a mulher do cabeleireiro, o suspeito frequentava a mesma faculdade que ela e a vítima, além de sempre, por coincidência, se encontrarem pela cidade. Ela disse que nunca imaginou que o ex-namorado pudesse fazer algo contra Maurício. “Eu espero que ele pague pelo que fez, quero Justiça”, declarou.

Fonte: Do G1 MT
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização