Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Servidores do Detran-MT suspendem greve para audiência com governo

Servidores do Detran-MT suspendem greve para audiência com governo

Greve do Detran-MT é encerrada (Foto: Sinetran/MT)


Depois de mais de duas semanas de greve, os servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) decidiram em assembleia nesta quinta-feira (12) voltar ao trabalho até a realização da audiência de conciliação com o governo do estado, no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), no próximo dia 17. O governo tinha imposto como condição para negociar com os grevistas o retorno às atividades.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Servidores do Detran de Mato Grosso (Sinetran), Daiane Renner, a suspensão é temporária. Para ela, o governo usa a greve como justificativa para não negociar e, desse modo, a categoria decidiu suspender a greve até a reunião da próxima terça-feira.

"Essa reunião tem que por um fim definitivo a todo o impasse, com o atendimento da pauta de reivindicações, caso contrário a greve será retomada a partir do dia 19", informou a sindicalista.

A greve dos servidores começou no dia 26 do mês passado para cobrar a nomeação dos aprovados em concurso público para atuar no órgão. Segundo o sindicato, a reivindicação inicial era de que o estado nomeasse 100% dos aprovados, mas que depois os servidores propuseram a nomeação de 70% neste ano e o restante até meados do ano que vem.

No entanto, o estado propôs a convocação de 30 aprovados neste ano e deixar os demais 459 para serem nomeados até 2017. O governo também entrou na Justiça contra a greve dos servidores e a Justiça decretou a ilegalidade da paralisação e estabeleceu multa diária de R$ 100 mil caso o movimento continuasse.


Com a suspensão da greve, os atendimentos devem ser retomados nesta sexta-feira (13).

Fonte: Do G1 MT
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização