Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Maluf defende que novo Fethab seja exclusivo para estradas

Maluf defende que novo Fethab seja exclusivo para estradas

Exibindo 2b9b47e82d7a26d05381e6a47c611e86.JPG
Segundo Maluf, projeto do Governo do Estado deve chegar neste mês para apreciação dos deputados




O presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf (PSDB), defendeu que na reestruturação do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), os recursos do fundo sejam destinados exclusivamente para a pavimentação e conservação de estradas de Mato Grosso.

O novo projeto do Fethab, que está sendo elaborado pelo Governo do Estado, deve chegar neste mês na Assembleia Legislativa, segundo o presidente da Casa de Leis, que comentou a importância do fundo nesta quinta-feira (5), durante o “I Fórum Qualidade em Foco”, realizado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) e Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra).

“Defendo que efetivamente, o Fethab sirva para destinar recursos para serem aplicados nas vias públicas. Ao longo dos anos, se perdeu um pouco o objetivo do Fethab, quando se abriu para outros setores, discordo, por exemplo, da inclusão da própria habitação, acho que deve ser restrito a pavimentação e conservação das rodovias”, afirmou Maluf.

O debate sobre o assunto na Assembleia Legislativa deve ser ampliado assim que a proposta ingressar na Casa de Leis. Maluf disse que a destinação de parte do recurso aos municípios, que já vem ocorrendo e faz parte do novo projeto do Governo do Estado, é importante para o desenvolvimento das cidades.

PROPOSTAS

Entre as propostas do Governo do Estado apresentadas em audiências públicas, está à criação do Fundo Estadual de Transporte (Funtran) e da reestruturação do atual Fethab. O novo Fethab passaria a ser composto apenas pela arrecadação advinda do óleo diesel e seria dividido em investimentos diretos para habitação e nos municípios. 

Já as demais commodities (boi em pé, madeira, soja e algodão) passariam a integrar o Funtran, que seria um fundo criado especificamente para investimentos na infraestrutura de transporte do Estado. E neste Fundo de Transportes, existiriam fundos regionais, com maior parte dos recursos arrecadados sendo investidos diretamente onde será feita a contribuição pelos agricultores.

BUROCRACIA

Maluf também defendeu no evento, que seja discutido pelo poder público a desburocratização das ações, para que os recursos públicos sejam aplicados de forma mais rápida e com mais qualidade.

“Se não for tocado em um tema importante que é a desburocratização, nós não vamos avançar. Os mecanismos de controle são fundamentais, mas a desburocratização é muito importante, pois a burocracia atrapalha demais a efetividade da aplicação do recurso público”, afirmou Maluf, que também lembrou que no passado recente, obras inacabadas e de má qualidade eram freqüentes, e que fóruns como este são importantes para buscar melhorias.

ESTRADAS

O governador Pedro Taques participou do evento e pontuou que Mato Grosso possui 30 mil km de estradas, sendo 5 mil pavimentadas. São 2 mil pontes de madeira e é necessário fazer 10 mil km de estradas, que custariam R$ 10 bilhões.

Na oportunidade, o Governo do Estado apresentou o Laboratório Móvel da Sinfra, que será usado a partir deste mês para análise de solo e asfalto de construção e reconstrução de rodovias.

“Este caminhão laboratório que o Estado adquiriu é para que nós tenhamos o teste das estradas, para que sejam entregues com maior qualidade possível. Não receberemos nenhuma obra com 99,99% de qualidade, queremos 100%, é um direito do cidadão”, afirmou Taques. 

De acordo com o presidente do TCE, conselheiro Waldir Teis, eventos como esse são importantes para maximizar e reunir idéias para a solução dos problemas que são enfrentados todos os dias pelo poder público, e que as instituições unidas, será possível economizar e fazer mais com muito menos e mais qualidade.

O secretário da Sinfra, Marcelo Duarte, disse que o momento é único em que as instituições estão discutindo o rumo para o melhor uso do recurso público. “O objetivo desse governo é transformar essa realidade e não vamos conseguir sozinhos, precisamos de parceria. A bandeira que estamos levantando é de chamar os órgãos e sociedade para discutir e mostrar avanços, qualidade exige mudança de cultura e não se faz da noite para o dia”, disse.

Fonte: KLEVERSON SOUZA - Assessoria
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização