Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Homem mata ex-vizinho a tiros; motivo seria briga entre cachorro e gato de estimação

Homem mata ex-vizinho a tiros; motivo seria briga entre cachorro e gato de estimação

Rodrigo Sortica foi morto com quatro tiros


O churrasqueiro Rodrigo Sortica, de 33 anos, foi assassinado com quatro tiros na manhã de domingo, 1, na porta da sua casa, no Bairro Santa Izabel, em Cáceres (218 km de Cuiabá). A suspeita é de que o crime tenha sido motivado por um desentendimento com um ex-vizinho, iniciado quando seu gato de estimação entrou na casa da vítima e foi ferido pelo cachorro da família.

Enquanto Rodrigo dava início aos trabalhos no empreendimento Assadão da Família, em frente a sua residência, dois criminosos chegaram em uma moto e pediram para que os filhos de Rodrigo chamassem o pai, que estava dentro de casa. Em seguida, o homem que estava na garupa, reconhecido como o ex-vizinho, desceu e disparou cinco vezes, acertando três tiros na cabeça e um no peito do churrasqueiro.

Apesar de ter sido socorrido por populares e levado até o hospital regional, o homem não resistiu e morreu. Além da esposa, grávida de uma menina, ele deixa também um casal de filhos.

De acordo com o site Diário de Cáceres, a suspeita da motivação não foi oficialmente confirmada pela Polícia Civil, que mobilizou uma equipe de investigadores para procurar a dupla, que fugiu do local.

Fonte: André Garcia Santana Olhar Direto - Foto: Reprodução: Facebook
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização