Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Homem é condenado por estuprar e matar estudante em Tangará

Homem é condenado por estuprar e matar estudante em Tangará

Bárbara Suzan Ferreira tinha 18 anos


Um homem de 29 anos, acusado de ter roubado, violentado sexualmente e assassinado uma estudante, foi condenado a cumprir 26 anos de prisão pelo crime, ocorrido há um ano e meio na cidade de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. A estudante Bárbara Suzan Ferreira, de 18 anos, foi atacada pelo acusado após sair da faculdade. O júri ocorreu nesta terça-feira (10).

Bárbara ficou desaparecida por quatro dias, até teve o corpo encontrado no mês de junho de 2014 em um matagal no bairro Jardim Acapulco, em Tangará da Serra. Ela estava nua quando foi localizada. O julgamento de Elton Costa da Silva, preso desde o ano passado pelo crime, durou nove horas.

Na época em que foi preso, o acusado confessou ter matado Bárbara por asfixia usando uma pedra dentro da boca da vítima. No entanto, havia negado ter abusado sexualmente da estudante. Durante o julgamento o réu mudou a versão e assumiu ter estuprado, matado e roubado a vítima.

“O que ele fez com essa menina...ele é um bandido. Eu a tinha como uma filha desde bebê. Foi uma covardia muito grande”, comentou a amiga da família, Maurita Gaspar. Elton deve cumprir a pena no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Tangará da Serra. Na próxima semana o acusado deve ser julgado por outros crimes. Ele também responde por outros três estupros na região.

Fonte: Do G1 MT

Elton Costa da Silva, de 29 anos



Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização