Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Escola estadual de Rondonópolis está na fase final do Prêmio Gestão Escolar

Escola estadual de Rondonópolis está na fase final do Prêmio Gestão Escolar



A Escola Estadual Odorico Leocadio Rosa, do município de Rondonópolis, acaba de conquistar uma vaga na disputa nacional pelo Prêmio Gestão Escolar (PGE) 2015, da iniciativa Educadores do Brasil. A unidade concorreu com outras 570 escolas das redes municipal e estadual de Mato Grosso inscritas no concurso.

Com mais de 900 alunos, as boas práticas pedagógicas, o aprimoramento dos processos de gestão e a promoção de ações que possibilitam a troca de experiências entre gestores e comunidade escolar fizeram a Odorico despontar entre as concorrentes. O Comitê Estadual, responsável pela avaliação, destacou a Proposta de Currículo, elaborada pela gestão anualmente, num processo de reflexão coletiva sobre as ações educacionais e de integração da equipe. 

Os índices de aprovação (99,8%) e de abandono escolar (0%), alcançados em 2014, também impressionaram os avaliadores. Além disso, em 2013, a escola se destacou no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), quando o ensino fundamental nas séries iniciais atingiu 7,20 pontos e nas séries finais 5,40 pontos.

“A escola analisa criticamente os resultados de suas ações e busca traçar metas para a atuação, execução de planos e projetos, avaliação de resultados finais e parciais com foco na formação dos alunos e na transformação da realidade escolar”, afirma coordenadora estadual do Educadores do Brasil, Eliza Maria Pinto, ressaltando que estas ações embasam a elaboração, desenvolvimento e a avaliação de planos de ensino e o preparo de aulas. Projetos e parcerias com os pais e responsáveis, com instituições e projetos também foram considerados no processo de seleção. 

Com mais de 30 anos de experiência na educação, a diretora Eulália Vieira de Mello garante que o grande desafio é trabalhar uma pedagogia baseada em discussões de temas sociais e políticos e de ações possíveis dentro da realidade social. “Com isso, os alunos poderão refletir sobre suas experiências de vida e defender o interesse da coletividade, construindo uma comunidade melhor para todos”, aponta.

Completando seis anos à frente da instituição, Eulália já passou pela alegria de ter a sua escola indicada pelo Comitê como Destaque Estadual no PGE. Em 2010, critérios como os bons instrumentos de avaliação das ações para acompanhamento da aprendizagem, projetos atraentes que envolviam os alunos nas atividades da escola e a boa evolução em índices educacionais, a levaram à final. Na ocasião, a Odorico concorreu com escolas da Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Santa Catarina. 

Premiação 

Além de representar o estado na final, a escola já garantiu uma premiação em dinheiro no valor de R$ 6.000,00. Se for escolhida como "Referência Brasil", receberá o prêmio de R$ 30.000,00 e a diretora um incentivo de R$ 6.000.00.

Vice-campeã

Outra comunidade escolar que comemora o desempenho no PGE é a Escola Municipal de Educação Básica Napoleão José da Costa, de Várzea Grande – que conquistou o vice-campeonato desta edição. 

Atendendo 443 crianças da educação infantil, creche e ensino fundamental (1º ciclo), alcançou no ano passado 99% de aprovação e 0% de abandono e 4,0 na avaliação da Provinha Brasil. 

A gestão também aposta na gestão participativa, incluindo pais e responsáveis e em um ambiente alfabetizador. “Sempre que necessário fazemos o chamamento, mas com cautela para não transferir responsabilidades e problemas que unicamente para os pais, deixando sempre bem claro a união entre escola x família”, comenta a diretora Lília Gonçalves da Silva.

No que diz respeito ao ambiente, desde 2011, a gestão vem se dedicando para deixar as salas aconchegantes e instigantes aos alunos. Neste aspectos as salas ganham alfabeto móvel, silabário canônico e não canônico, cartazes, previsão do tempo, calendário, cantinho da leitura, entre outros recursos que se fizerem necessário para aprendizagem das crianças. 

De acordo com a diretora, que tem 19 anos de experiência, sendo três à frente da direção da unidade, a escola tem gestão democrática, onde todos tem vez e voto, com o foco nos alunos. “Utilizamos vários instrumentos para acompanhamento do rendimento escolar e os resultados são comparados e analisados às metas traçadas”, menciona, frisando que toda a comunidade escolar está feliz com a conquista.

Fonte: VIVIANE SAGGIN - Assessoria Seduc/MT - Foto: Divulgação
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização