Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Embriagada, policial civil tenta invadir pronto-socorro, chama militar de ‘macaco’ e tira a roupa na delegacia

Embriagada, policial civil tenta invadir pronto-socorro, chama militar de ‘macaco’ e tira a roupa na delegacia



A policial civil, E.C.O.C., 44 anos, foi presa na madrugada desta sexta-feira (06), no Centro de Cuiabá, após tentar invadir o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC) fora do horário de visitas e chamar um policial militar de “macaco”. Além disto, ela ainda mordeu um subtenente e tirou a roupa dentro da delegacia. Conforme os relatos da PM, ela estaria completamente embriagada.

De acordo com as informações do Boletim de Ocorrências (nº 2015.330892), a policial civil tentou entrar no pronto-socorro fora do horário de visitas e foi impedida pelos seguranças do local. Os militares foram acionados e tentaram conversar e acalmar a mulher, que apresentava sinais nítidos de embriaguez.

Impedida de entrar no pronto-socorro, a mulher começou a ofender os policiais militares: “Vocês são uns safados, macacos que não estudaram, policinhas de merda, você é um negro safado, um bando de porcarias”, conforme descreve o Boletim de Ocorrências. Após proferir os xingamentos, a policial civil recebeu voz de prisão.

E.C.O.C se recusou a entrar na viatura e os militares tiveram de usar a força para colocá-la no veículo. Enquanto se dirigiam para a Central de Flagrantes, a policial começou a morder o subtenente que estava atendendo a ocorrência, ocasionando lesões no punho e no braço esquerdo.

Novamente, foi necessário o uso da força para contê-la. Neste momento, ela se identificou como policial civil e disse a seguinte frase: “Vou acabar com a vida de vocês, seus bostas”. Enquanto o BO estava sendo feito, a mulher continuou a falar palavrões e tirou toda a roupa dentro da delegacia.

Uma equipe da Policia Civil foi acionada para tentar acalmar a mulher, que continuava a desobedecer às ordens dos militares. A suspeita apresentava um arranhão no braço esquerdo, de quando tentou invadir o pronto-socorro.

Fonte: Wesley Santiago Olhar Direto - Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto/Ilustração
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização