Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Atletas de MT estão na reta final de preparação para os jogos

Atletas de MT estão na reta final de preparação para os jogos

O atleta Matheus Santana, de 16 anos, vai competir no arremesso de dardo



Os atletas de Mato Grosso estão na reta final de preparação para os jogos Paraolímpicos Escolares 2015, que vão ocorrer em Natal (RN), entre os dias 23 e 28 de novembro.

Exemplo disso é a equipe de atletismo e natação da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), que tem treinado firme para fazer bonito na competição. 

A delegação mato-grossense conta com o apoio do Governo do Estado, por meio das secretarias de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Educação (Seduc) e Casa Civil. 

O atleta Matheus Santana, de 16 anos, vai competir no arremesso de dardo. Santana possui deficiência intelectual e auditiva. “Ele é um dos destaques da equipe”, comentou orgulhoso o técnico da equipe, Willian Luiz da Silva. 

Nos treinos o adolescente demonstra muito talento e força, que são aperfeiçoados dia-dia, a cada orientação do técnico. Isso faz com que Santana alcance marcas importantes. “No começo ele arremessava o dardo a 15 metros. Em questão de três dias, ele pegou a técnica e hoje atinge marcas de 25 metros”, disse Silva. 

Outro talento nato para os esportes é Alison Souza Nunes de 17 anos, que também possui deficiência intelectual. Silva explicou que o garoto tem ótima condição física e isso permite que ele se destaque em várias modalidades, como futsal, corrida e salto a distância. 

Nas paraolimpíadas escolares, Nunes vai competir nos 100 e 400 metros rasos (corrida) e no salto à distância. Tímido e de sorriso fácil, o adolescente disse que está muito feliz em participar da competição. Além disso, o sonho dele é conhecer o mar. 

A atleta Nadir Sabino auxilia a equipe nos treinos


Santana, Nunes e os demais atletas da Apae repetem os exercícios durante quatro dias da semana, por três horas diárias. O treinador da equipe garante que não tem moleza e o trabalho com os atletas é intenso. “Para mim não tem diferença entre eles e os atletas ditos normais. Eu arranco o coro mesmo”, brincou Silva. 

A equipe da Apae ainda conta com uma ajuda de peso da maratonista Nadir Sabino, que já foi campeã da Corrida de Reis (2005) e alcançou o sétimo lugar na São Silvestre – uma das disputas mais concorridas do mundo. 

Ela confessa que no começo teve receio para treinar os atletas especiais pois, não tinha experiência com esse público. Mas a adaptação foi em menos de uma semana e ela percebeu que não era nenhum bicho de sete cabeças. “Na verdade é só eu passar tudo que eu sei para eles. Hoje eles são meus atletas preferidos. Eles são muito carinhosos comigo”, contou.

A equipe de atletismo e natação, mais o restante da delegação de Mato Grosso, conta com o apoio logístico da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, que custeará as passagens de todos os membros da equipe (atletas e staff técnico). Ao todo, a delegação do Estado conta com 27 pessoas. 

Já a Secretaria de Estado e Educação (Seduc) oferece todo o suporte e treinamento para os professores da rede estadual preparar os estudantes-atletas com deficiência física. A Seduc também vai custear os uniformes de todos os membros da delegação. 

O secretário adjunto de Esporte e Lazer, Luiz Pedro Sinohara, ressaltou a importância da participação de Mato Grosso nas paraolimpíadas escolares, no sentido de incentivar cada vez mais que atletas especiais participem de competições e atividades esportivas. 

Sinohara acrescentou que o objetivo é realizar as paraolimpíadas do Estado, no ano que vem. “Ao fazer isso, vamos cumprir uma das principais determinações do governador Pedro Taques, que é a de oferecer inclusão social e políticas públicas às minorias, neste caso, as pessoas com necessidades especiais”, explicou. 

Nesse sentido, o superintendente de Políticas Esportivas Especiais da Secel, Mário Marcio Pecora, está enviando uma equipe da secretaria ao Rio Grande do Norte para acompanhar os jogos paraolímpicos. “A ideia é que os técnicos da Secel coletem informações sobre toda a logística e realização dos jogos, para que, no ano que vem possamos realizar o evento em Mato Grosso”, detalhou.

Fonte: Mídia News - Foto: GCom
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização