Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Ambiental de Barra do Bugres apreende pescado e carvão

Ambiental de Barra do Bugres apreende pescado e carvão




                                                 
A Polícia Ambiental de Barra do Bugres prendeu ontem (10) nas proximidades da ponte sobre o Rio Paraguai com 77 quilos de pescado das espécies cachara e pintado o mecânico W. M. J., de 26 anos, morador do Bairro Nova Esperança.

A guarnição chegou até o acusado após denúncia anônima de que o veículo Siena, de cor branca, placa NPD-3310, de Várzea Grande, estava carregando o produto no porto da Aldeia Umutina. Durante a abordagem o acusado confirmou aos policias que havia carregado o pescado na aldeia e iria revendê-lo em Barra do Bugres.

As peças de pescado estavam sem cabeça e sem a guia obrigatória para o transporte. O condutor também não possui carteira de habilitação e não portava a documentação do carro.

O veículo, o condutor e o pescado foram encaminhados à Delegacia de Polícia.

Carvão

Em outra ação que logrou êxito, a Polícia Ambiental apreendeu na madrugada desta quarta-feira (11) na MT-246 o caminhão Mercedes Benz, de cor bege, placa JYR-3442, carregado com 250 sacas de carvão. Ao ser abordado o motorista C. A. P., de 54 anos, morador do Bairro Dr. Fábio, em Cuiabá, informou aos policiais que havia comprado o produto no Assentamento Cabaça e não possuía a guia para o transporte do produto.

O caminhão, o condutor e o carvão foram encaminhados à Delegacia de Polícia.

Piracema

Vale lembrar que em Mato Grosso a pesca está proibida desde o início deste mês em decorrência da piracema. No período de defeso, é permitida somente a pesca de subsistência por parte de populações ribeirinhas ou tradicionais, como garantia de alimentação familiar. A pesca deverá ser liberada novamente somente no dia 29 de fevereiro de 2016. Até lá, quem desrespeitar a piracema poderá ter o pescado e os equipamentos de pesca apreendidos e levar multa que pode variar de R$ 1 mil a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20 por quilo de peixe encontrado.

Fonte: Vanelirte Moretto Ponto6.com – Fotos: Celso Dornellas

Exibindo IMG-20151111-WA0020.jpg

Exibindo IMG-20151111-WA0022.jpg

Exibindo IMG-20151111-WA0015.jpg

Exibindo IMG-20151111-WA0025.jpg

Exibindo IMG-20151111-WA0024.jpg

Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização