Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Polícia procura vítimas de preso por estupro após deixar cair extrato

Polícia procura vítimas de preso por estupro após deixar cair extrato

Polícia divulgou imagem de suspeito preso por estupro em Cuiabá (Foto: Divulgação/Polícia Civil-MT)


A Polícia Civil tenta identificar mais supostas vítimas do mecânico Rony Fábio de Oliveira, de 36 anos, suspeito de cometer roubos seguidos de estupros em Cuiabá. Ele foi preso numa oficina no bairro Baú, na capital, após ter deixado cair um extrato bancário no carro de uma vítimas. Oliveira já tem condenações por estupro, atentado violento ao pudor e tráfico de drogas, e estava no regime semiberto quando os supostos crimes foram cometidos.

Segundo as investigações, o mecânico abordava as mulheres quando elas estavam entrando no carro e, usando faca ou chave de fenda, as obrigava a dirigir até um local ermo, onde roubava e estuprava as vítimas. Nesta quinta-feira (29), a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher divulgou foto do suspeito, com a intenção de que mais vítimas possam procurar a polícia.

O G1 ligou para Núcleo de Execuções Penais da Defensoria Pública de Mato Grosso, que faz a defesa do detento, mas ninguém atendeu as ligações.

Uma das mulheres foi abordada no dia 19 de agosto na região central de Cuiabá. Ela foi rendida quando entrava no carro. O bandido abriu a porta do passageiro, entrou no veículo e a obrigou a dirigir até uma rua escura. Lá, ele roubou os pertences da vítima e a estuprou.

Outra mulher que diz ter sido vítima do mecânico foi abordada no bairro Duque de Caxias, em Cuiabá. Porém, após cometer o roubo seguido de estupro, Oliveira deixou cair no carro da vítima um extrato da conta bancária dele, fato que ajudou a polícia a localizar o suspeito.

No regime semiaberto desde 2014, o mecânico voltou a ser suspeito, no início deste ano, de mais um crime - no caso, furto. O Ministério Público do Estado (MPE) pediu que ele regredisse de regime, mas a Justiça aceitou argumento da defesa do mecânico de que isso só poderia ser feito se ele fosse condenado.

Porém, neste mês, por causa de indícios de que o mecânico iria tentar fugir, o MPE pediu novamente à Justiça a regressão de regime do detento. Então, no último dia 21, a Vara de Execuções Penais determinou que ele voltasse para a prisão. Oliveira foi preso na mesma data e, dois depois, uma terceira mulher procurou a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher e o reconheceu como o homem que a estuprou.

Atualmente, dois inquéritos estão em andamento na Polícia Civil contra o suspeito.

Fonte: Carolina Holland Do G1 MT
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização