Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Juíza bloqueia R$ 31,5 mil de Arcanjo para viúva de Sávio

Juíza bloqueia R$ 31,5 mil de Arcanjo para viúva de Sávio

João Arcanjo, que foi condenador por mandar matar dono da "Folha do Estado"



A juíza Tatiane Colombo, da 6ª Vara Cível de Cuiabá, mandou bloquear R$ 31,5 mil das contas do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro.

O valor que será destinado a saldar dívidas da pensão alimentação devida à Izabella Correa Costa, proprietária do jornal Folha do Estado, e ao filho dela, menor de idade.

Izabella Costa é viúva do empresário Sávio Brandão, executado a tiros, em 2002, na frente da sede do jornal, a mando de Arcanjo.

Pelo crime, o “Comendador”, como era conhecido, foi condenado a 19 anos de prisão, em 2013.

Ela conseguiu, recentemente, no Tribunal de Justiça de Mato Grosso, o direito de receber pensão alimentícia de João Arcanjo.

Em caráter retroativo, foi estipulado o valor de R$ 200 mil, referente a 258 salários mínimos.

Porém, não há informação do montante que Arcanjo deve pagar mensalmente à viúva, uma vez que o processo tramita em segredo de Justiça.

“Pelos motivos fáticos e processuais acima delineados, por ora, defiro o bloqueio do valor correspondente às parcelas vencidas, qual seja: 40 salários mínimos, totalizando R$ 31,52 mil que, em caso positivo, deverá ser imediatamente expedido alvará em favor do menor”, disse a magistrada.

Ainda na decisão, Tatiane Colombo determinou que seja verificado se a decisão que concedeu o direito a pensão já transitou em julgado (quando não há possibilidade de recorrer).

O crime

Sávio Brandão, que fundou a Folha do Estado, foi executado na tarde do dia 30 de setembro de 2002, por volta das 15h30.

Na ocasião, ele visitava as obras da nova sede de seu jornal, na Rua Tereza Lobo, no bairro Consil, em Cuiabá. Com ele, estava um engenheiro da construtora contratada para erguer o novo prédio. 

Segundo testemunhas, dois homens em uma moto o aguardavam na esquina da rua e, ao avistá-lo, se aproximaram já atirando.

Foram disparados tiros de pistola 9mm, que atingiram a cabeça de Sávio Brandão.

O ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, que chegou a ser considerado o chefe do crime organizado em Mato Grosso, está preso na Penitenciária Federal de Rondônia.

A unidade é considerada de segurança máxima.

Fonte: LUCAS RODRIGUES DO MIDIAJUR - Foto: Divulgação
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização