Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Escola estadual já foi invadida quatro vezes apenas neste ano

Escola estadual já foi invadida quatro vezes apenas neste ano



A Escola Estadual João Crisóstomo de Figueiredo, localizada no bairro Doutor Fábio II, em Cuiabá, virou alvo constante de invasões e assaltos na região. Na última quarta-feira (21), a unidade foi alvo de um arrastão. Dois homens armados invadiram o local enquanto os alunos ainda estavam em aula, renderam um funcionário e fugiram levando 40 celulares e um capacete.

A região onde a escola está localizada é conhecida por concentrar parte do tráfico de drogas na capital. Segundo a professora Adriana Botelho, que leciona na unidade, um colega já chegou a ser agredido dentro da sala de aula.

“Um professor de matemática foi agredido em sala de aula. Um dos assaltantes bateu com a arma na cabeça dele e mandou que ele deitasse no chão”, relatou.

De acordo com a educadora, um funcionário percebeu a movimentação suspeita, se trancou na sala dos professores e ligou para a polícia. Conforme a Polícia Militar, cerca de 10 policiais se deslocaram até o local após receber o chamado. Ainda de acordo com a PM, os suspeitos foram identificados e as informações foram repassadas à Polícia Civil, que irá investigar o caso.

Em outra ocasião, durante o feriado do Dia dos Professores (15 de outubro), suspeitos aproveitaram que a escola estava vazia para roubar dois televisores. A polícia não sabe, ainda, se o furto e o arrastão foram cometidos pelos mesmos suspeitos.

Diante do quadro de insegurança, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) afirmou ter solicitado o apoio do setor de Segurança Pública, em especial da Polícia Militar.

“A nossa parte nós temos feito, orientando e acionando as redes de proteção e prevenção para que diminuam esses conflitos ao redor e ao entorno da escola”, disse Ana Carolina Costa, do programa “Paz na Escola”.

A Polícia Militar informou, por meio de nota, que o policiamento ostensivo é realizado no entorno da escola. De acordo com a PM, a ronda escola e comercial é feita diariamente na região, que compreende 35 bairros.

Fonte: Do G1 MT - Foto: Reprodução
Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização