Publicidade 1
Publicidade 1

Publicidade 14

Publicidade 14

Publicidade 15

Publicidade 15

Publicidade 16

Publicidade 16

Publicidade 17

Publicidade 17

Publicidade 18

Publicidade 18

Publicidade 19

Publicidade 19

Publicidade 20

Publicidade 20

Publicidade 21

Publicidade 21

Publicidade 22

Publicidade 22

Publicidade 23

Publicidade 23

Publicidade 24

Publicidade 24

Publicidade 25

Publicidade 25
Home » » Com 45º C, 8 mil frangos morrem de calor em aviário em Tangará

Com 45º C, 8 mil frangos morrem de calor em aviário em Tangará



Mais de 8 mil frangos morreram de calor num aviário localizado numa comunidade rural em Tangará da Serra, distante 242 km de Cuiabá. Uma queda de energia elétrica que durou aproximadamente nove horas fez com que a temperatura no local chegasse aos 45º C, quando o ideal para a criação dos animais é de 28º C. Os prejuízos para os produtores ainda não foram calculados.

O caso ocorreu na terça-feira (20). A concessionária de energia informou que ainda apura o que provocou a queda de energia e porque durou tanto tempo.

A temperatura no aviário é controlada por ventiladores e climatizadores. Havia 20 mil aves, segundo os avicultores, quando ocorreu a queda de energia. Os primeiros frangos morreram cerca de três horas depois. Ao perceberem as mortes, os produtores foram ao local para tentar salvar o restante dos animais.

Os corpos das aves foram retirados com sacos e carriolas e colocados num trator para serem descartados. Os donos do local ainda não sabem o tamanho do prejuízo, mas dizem acreditar que as mortes representam a maior perda financeira dos produtores em 20 anos de atividade.

Nos últimos dias, a temperatura em Tangará da Serra tem ultrapassado os 35º C. Para esta quinta-feira, por exemplo, a previsão é que a máxima no município chegue aos 36º C.

Fonte: Do G1 MT - Foto: Ilustrativa

Espalhe por ai :
Copyright © Barra News - Todos os direitos reservados
Barra do Bugres - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização